Teto do INSS: benefício passa por reajuste

O teto do INSS pago aos beneficiários passa por reajuste

0

O teto do INSS foi reajustado pelo Governo Federal em 10,16%. O piso dos benefícios passa a ser de R$ 1.212 e o teto vai para R$ 7.087,22. A portaria foi publicada na última quinta-feira (9) no Diário Oficial da União (DOU).

O percentual equivale ao aumento do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), que mede a inflação entre as famílias com menor rendimento, em 2021. Enquanto o piso de R$ 1.212, equivale ao salário-mínimo. 

Esse é o valor mínimo determinado pela legislação que deve ser pago em benefícios como aposentadorias, auxílio por incapacidade temporária e pensão por morte. 

Teto do INSS

O teto dos benefícios do INSS passou de R$ 6.433,57 para R$ 7.087,22. 

O reajuste de 10,16% vale para aqueles que já recebiam o benefício em janeiro de 2021. O índice de aumento vai diminuindo progressivamente para quem começou a receber depois.

Ele irá para  9,86% para quem passou a ganhar fevereiro, até 0,73% para aqueles que receberam a partir de dezembro de 2021. Dessa forma, o percentual de reajuste fica menor quanto mais tarde for a data de início do benefício.

Como consultar o pagamento da aposentadoria e demais benefícios?

Existem algumas maneiras de consultar o pagamento da aposentadoria e os demais benefícios pagos pelo INSS. Então, veja a seguir como realizar a consulta: 

  • Por meio da central de atendimento via telefone, no número 135. Ao ligar, informe o número do CPF e confirme suas informações cadastrais, de forma a evitar fraudes. O atendimento está disponível de segunda a sábado, das 7h às 22h;
  • Pelo site:
    • Acesse o site Meu INSS;
    • Faça o login com seu CPF e senha (caso seja o primeiro acesso será preciso criar uma senha);
    • Selecione a opção “Serviços”;
    • Selecione a opção “Extratos/certidões/declarações” no menu superior direito;
    • No próximo menu, selecione “Extrato de pagamento de benefício”;
    • Na tela seguinte, clique no calendário – determine o período que deseja retirar o extrato do pagamento do seu benefício;
    • Por fim, a relação com os pagamentos recebidos no período será exibida e será possível baixar na opção “Baixar PDF”.
  • Pelo aplicativo de celular
    • Baixe o aplicativo no seu celular Android ou iOS;
    • Entre com seu CPF e senha (caso seja o primeiro acesso será preciso criar uma senha);
    • Toque nos três pontos ou barras na parte superior da tela;
    • Selecione “Extrato de pagamento de benefício”; 
    • Toque no calendário e selecione o período que deseja consultar;
    • Será exibido o extrato com os pagamentos recebidos no período escolhido;
    • Para imprimir ou salvar, clique na opção “Baixar PDF”.

Em 2021, o reajuste foi de 5,45% para os beneficiários que recebem mais de um salário mínimo. Para aqueles que ganhavam um salário mínimo, o percentual foi de 5,26%.

Novo plano de Atendimento 

A greve dos funcionários e peritos do INSS, acarretou um acúmulo de aproximadamente 1,1 milhões de perícias agendadas. Com o objetivo de reduzir esses números, o Governo Federal planejou algumas estratégias. 

A meta é normalizar os agendamentos para perícia médica em 90 dias de implementação das medidas. A principal ação é referente a análise documental com base em atestados médicos para afastamentos de até 90 dias; 

Ou seja, o cidadão não precisará fazer a perícia no formato presencial. A ação atenderá localidades com escassez ou falta de médicos peritos, com tempo de espera para perícia médica superior a 30 dias.

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.