Auxílio Brasil de R$ 400 não saiu em novembro? Entenda o motivo

Confira as últimas informações sobre o novo programa social

0

No início das projeções do novo programa social para substituir o Bolsa Família, o Auxílio Brasil, o Governo Federal indicava valores de pagamentos maiores do que o programa anterior.

Assim, o valor que ficou mais marcado na cabeça dos brasileiros foi o de R$ 400. No entanto, o novo programa teve início no dia 17 de novembro, mas o valor recebido pelos beneficiários não alcançou essa quantia projetada.

Você também foi um dos brasileiros que não recebeu o Auxílio Brasil de R$ 400? Siga a leitura e entenda o motivo.

Auxilio Brasil de R$ 400 não saiu em novembro? Entenda o motivo
Auxilio Brasil de R$ 400 não saiu em novembro? Entenda o motivo – Imagem: Montagem Brasil 123

Novo programa social

A saber, o governo define o Auxílio Brasil como um aprimoramento da política de transferência de renda, integrando benefícios de assistência social, saúde, educação e emprego.

Quem terá direito? As famílias em situação de extrema pobreza e famílias em situação de pobreza, que possuírem em sua composição gestantes ou pessoas com idade até 21 (vinte e um) anos incompletos.

Auxílio Brasil de R$ 400 ainda não veio

A primeira parcela paga neste mês de novembro aplica um valor médio corrigido em torno de 17%, chegando, portanto, a aproximadamente R$ 217. Mas atenção, falamos aqui em valor médio, ou seja, certamente existem beneficiários com valores acima ou abaixo desta média.

Em relação ao valor turbinado em R$ 400, saiba que apenas em dezembro, caso se tenha a aprovação da PEC dos precatórios, o Governo Federal pagará um complemento que garantirá à cada família, até dezembro de 2022, esse novo valor.

Vale destacar que a questão dos precatórios foi aprovada na Câmara dos Deputados, mas segue agora em tramitação no Senado, e como o Brasil 123 adiantou a você, os senadores trabalham para propor alterações no texto da proposta atual.

Se isso for confirmado, o texto deve voltar para análise da Câmara. Dessa forma, ainda não se tem garantia de que efetivamente será possível ter o novo valor como uma realidade para o mês de dezembro.

Em entrevista para o programa Sem Censura, da TV Brasil, nesta segunda-feira (22), o ministro da Cidadania, João Roma, falou sobre a PEC dos Precatórios:

“Estamos buscando sensibilizar os senadores para a importância dessa matéria, que vai muito além de uma proposta do governo. É uma resposta do Estado às consequências econômicas e sociais desta pandemia”.

E ainda afirmou:

“Com a aprovação da PEC, nós vamos viabilizar para que nenhum beneficiário do Auxílio Brasil receba menos de R$ 400. Lembrando que tem pessoas que vão receber até mais, R$ 600, R$ 700, a depender das condicionantes dentro de sua composição familiar”.

O valor de R$ 400 será permanente?

Não. Na mesma entrevista, Roma afirma que o Programa Auxílio Brasil é permanente.

No entanto, o valor de R$ 400, que se trata de um benefício compensatório, que faz com que nenhum dos cidadãos do programa receba menos do que este valor (caso se tenha a aprovação da PEC), é transitório. E o ministro ainda explica que o motivo é que este complemento é uma resposta às consequências sociais e econômicas da pandemia.

Calendário de novembro

Consulte os pagamentos ao longo deste mês:

  • 17 de novembro: Beneficiários com NIS de final 1;
  • 18 de novembro: Beneficiários com NIS de final 2;
  • 19 de novembro: Beneficiários com NIS de final 3;
  • 22 de novembro: Beneficiários com NIS de final 4;
  • 23 de novembro: Beneficiários com NIS de final 5;
  • 24 de novembro: Beneficiários com NIS de final 6;
  • 25 de novembro: Beneficiários com NIS de final 7;
  • 26 de novembro: Beneficiários com NIS de final 8;
  • 29 de novembro: Beneficiários com NIS de final 9;
  • 30 de novembro: Beneficiários com NIS de final 0.

Veja ainda: Auxílio Emergencial: Pagamento extra até o final deste mês; veja quem tem direito

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.