Lula defende piadas com nordestinos e diz que ‘o mundo está chato’ 

Em entrevista, o ex-presidente Lula afirmou que “está proibido contar piada” e o “mundo está chato para cacete”

0

O ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva (PT) saiu em defesa das piadas com nordestinos, criticando ainda o que ele chama de politicamente correto no humor. A declaração do pré-candidato ao Palácio do Planalto foi feita na terça-feira (26), em uma entrevista a blogueiros.

“Nós queremos um mundo multipolar, que tenha 500 pessoas discutindo na mesa, aí sim a gente vai ter um mundo feliz. O cara contando piada de nordestino e eu rindo. Eu contando piada de outras pessoas, sabe, e as pessoas rindo”, disse Lula.

Lula fala em ‘reconstruir’ Brasil junto de Alckmin

Em outro momento, o petista afirmou que “está proibido contar piada” e que o “mundo está chato para cacete”. “O mundo está pesado, sabe? Todas as piadas agora viraram politicamente erradas, então não tem mais graça”, disse o ex-presidente da República, completando ainda que quer um mundo onde se pode sentar na mesa e tomar cerveja com alguém que votou contra ele e contar piada.

Por fim, Lula ainda fez alusão ao comediante Chico Anysio, protagonista da Escolinha do Professor Raimundo, da “TV Globo”, que faleceu em 2012. “Se você quer dar risada, é nesses programas de humorismo chato para cacete de televisão. Me parece que, depois que o Chico Anysio morreu, desapareceram os humoristas do Brasil”, encerrou o ex-chefe do Executivo.

Entrevista de Lula

Durante a entrevista aos blogueiros, além do comentário sobre as piadas, Lula também falou sobre assuntos recorrentes em sua pré-campanha, como a reforma trabalhista e a revogação do teto de gastos.  Na ocasião, assim como publicou o Brasil123, ele também foi perguntado sobre o perdão que o presidente Jair Bolsonaro (PL) concedeu ao deputado federal e aliado Daniel Silveira (PTB), que foi condenado pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Para ele, Bolsonaro foi “estúpido”.

“Ninguém é obrigado a gostar de mim, mas as pessoas são obrigadas a respeitar aquilo que está acontecendo em benefício de todos no país. Por isso é que eu acho que o Bolsonaro foi estúpido quando fez essa decisão que ele tomou, essa graça que ele fez. Porque ele acha que é graça mesmo, sabe? Não graça no sentido do benefício jurídico, mas a graça do ponto de vista de sorrir”, afirmou o ex-presidente.

Leia também: Lula diz que o “Brasil nunca teve um presidente tão desqualificado moralmente”

5/5 - (1 vote)

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.