João Doria provoca Lula e convida o ex-presidente para debate

João Doria chamou Lula para uma discussão, um encontro para conversar tanto sobre o passado quanto o futuro do país

0

João Doria (PSDB), ex-governador de São Paulo e pré-candidato à presidência da República, provocou nesta quinta-feira (21) o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que comentou que a vitória do tucano para a prefeitura da capital paulista, em 2016, foi uma de suas maiores tristezas políticas. João Doria ainda chamou Lula para um debate.

A declaração do pré-candidato à presidência foi dada no Twitter, onde ele agradeceu Lula pela lembrança de sua vitória para a prefeitura da capital paulista em 2016 – a eleição marcou a primeira participação e consequente vitória de João Doria em uma eleição política.

“Agradeço lembrança da minha vitória em 2016, Lula. Seguimos trabalhando para resolver os grandes problemas do Brasil: comida na mesa, emprego, dinheiro no bolso, sem esquecer, claro, o combate à corrupção”, disse João Doria.

Em seguida, o ex-governador de São Paulo chamou o ex-presidente para uma discussão. Segundo o tucano, o encontro seria para que fosse possível conversar tanto sobre o passado quanto o futuro do país.  “Sobre passado e futuro, vamos debater? Menos ódio, mais solução. Topa?”, escreveu João Doria em sua rede social.

Declaração de Lula

A publicação de João Doria foi dada depois que, durante um evento em São Paulo, Lula relembrou das eleições para prefeito de São Paulo em 2016. Na ocasião, o membro do PSDB venceu a disputa, ocasionando, segundo o petista, uma de suas “maiores tristezas” na política.

“Qual o critério que induz a pessoa a deixar dois educadores de fora [Fernando Haddad e Gabriel Chalita] e eleger alguém que é uma pessoa que não tem nem passado, nem presente e nem futuro político”, afirmou Lula, que depois disso, como relatado ao longo da matéria, foi chamado por João Doria para um debate.

Leia também: Lula procura político experiente para gerir a política econômica do país

5/5 - (1 vote)

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.