Indústria de transformação avança em novembro, aponta CNI

Indicadores como emprego, faturamento e renda têm alta no penúltimo mês do ano, mas dados não revertem tendência de queda

0

A Confederação Nacional da Indústria (CNI) divulgou nesta segunda-feira (17) os dados mais recentes dos Indicadores Industriais. Esse levantamento traz informações sobre o nível de atividade, emprego e faturamento da indústria de transformação.

De acordo com a CNI, a alta de 0,7% em novembro do faturamento real da Indústria de Transformação interrompeu uma sequência de três quedas consecutivas, período em que acumulou perdas de 7,8%. Na comparação com novembro de 2020, o indicador tombou 9,1%. Contudo, acumula ganhos de 4,6% entre janeiro e novembro de 2021.

Por sua vez, o indicador de emprego subiu 0,2% em novembro, na comparação com outubro, após três meses de estabilidade. Em resumo, o indicador cresceu 4,1% em relação a novembro de 2020 e continua sua trajetória ascendente. No acumulado do ano, tem alta de 4,2%.

Já o indicador de rendimento médio real interrompeu quatro quedas seguidas, avançando 0,7% no mês. O avanço não reverteu a tendência de queda e o índice tombou 5,1% na comparação com novembro de 2020. No acumulado do ano, o indicador tem perdas de 3,0%.

Já a massa salarial avançou 1,1% em relação a outubro, mas caiu 1,2% na base anual. No acumulado do ano, tem ganhos de 1,0%.

Segundo o gerente de análise econômica do CNI, Marcelo Azevedo, o aumento da circulação das pessoas no país fez os indicadores se recuperarem moderadamente em novembro. “Os avanços, contudo, são insuficientes para reverter a tendência de queda do faturamento e da massa salarial reais, pressionados pela inflação, em elevação em 2021”, disse Azevedo.

Veja mais detalhes do levantamento

O indicador de horas trabalhadas subiu 0,7% em novembro, na comparação com outubro. No entanto, a alta não compensou a perda de 0,9% registrada no mês anterior. A saber, o índice cresceu 1,6% em relação a novembro de 2020 e acumula forte alta de 10,1% no acumulado de janeiro a novembro de 2021.

A CNI também revelou que a indústria de transformação registrou queda de 0,1 ponto percentual do nível de utilização da capacidade instalada. Em suma, essa foi a quinta queda consecutiva do indicador, que está em 80,5%. Apesar dos recentes recuos, a UCI segue 1,1 ponto acima do nível de novembro de 2020.

Leia Mais: Prévia do PIB tem leve alta em novembro, após 4 meses de queda

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.