Imposto de renda: veja o que fazer se perdeu o prazo

0

Terminou na última terça-feira, 31, o prazo de declaração e entrega do imposto de renda. Segundo a Receita Federal, mais de 30 milhões de pessoas e empresas entregaram as informações aos órgãos do governo. Contudo, muitas pessoas acabaram perdendo o prazo e, com isso, ainda é preciso correr para normalizar a situação.

Isso porque quanto mais você demorar para declarar, maior será a sua multa. Além disso, é importante que você saiba que, se esqueceu de entregar o imposto de renda, você terá que pagar uma multa. Ela varia de acordo com o tempo que você demorará para entregar. O valor mínimo é de R$165,74.

Perdi o prazo. E agora?

Quem perdeu o prazo ainda precisa correr para entregar o imposto de renda o quanto antes. Isso porque quanto maior o atraso, maior pode ser a multa. Isso acontece com quem precisa, de fato, pagar o imposto. Para quem não tem imposto devido, o valor da multa será de R$165,74. Por isso, atente-se às regras ainda.

Caso o contribuinte tenha que pagar imposto, existe uma multa de 1% ao mês-calendário ou fração de atraso. Esse percentual incide sobre o imposto devido. Nesse caso, a multa vai de R$165,74 até o máximo de 20% sobre o valor devido, prevalecendo aquele valor que for maior. Para quem não sabe quanto tem que pagar de multa, é importante informar que o valor estará disponível, de forma automática, na hora da entrega do imposto de renda.

Além disso, os cidadãos precisam baixar o programa da Receita Federal, que está disponível para todos os aparelhos do mercado brasileiro. Por outro lado, segue valendo a declaração pré-preenchida, mas analistas informam que, mesmo que esteja preenchida, é preciso revisar os dados. Essas regras não valem para quem vai apenas retificar o imposto de renda, apenas para quem não entregou ainda.

imposto de renda
Foto: Reprodução

O que acontece se eu não fizer o imposto de renda?

Uma das maiores ocorrências é de pessoas que acham que, após perder o prazo, não é mais preciso entregar. Pelo contrário, quem não entrega precisa entregar o quanto antes, pagar a multa e regularizar a situação. Caso contrário, as penalidades podem ser bastante graves, dado que a Receita Federal toma medidas para quem não declarar o imposto de renda.

Dentre elas, está a negativação do CPF. Com isso, o governo dirá para pessoas e empresas que você não é um bom cidadão em questões financeiras. Dessa forma, você fica impedido de tirar empréstimos, tirar passaporte, obter certidão para venda ou aluguel de imóvel, prestar concurso público, dentre outras penalidades, igualmente severas.

Por isso, se você está entre o grupo que precisa entregar o imposto de renda, a recomendação é fazer isso agora mesmo. Vale lembrar que é obrigatória a declaração para quem tem rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70 no ano de 2021. Além disso, quem investiu em bolsa de valores diretamente também precisa entregar, bem como quem tem imóveis avaliados em R$350 mil ou mais.

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.