Hacker ataca site do governo e deixa recado: ‘Abraço pro TI’

O governo de Goiás afirma que servidores atuam para reativar a página e que "nenhum serviço de acesso ao cidadão foi afetado com a invasão"

0

O site do governo do estado de Goiás foi atacado por um hacker na segunda-feira (02). Além da invasão, o criminoso deixou um “abraço” para a área de Tecnologia da Informação (TI) da gestão estadual. Nas redes sociais, imagens que mostraram o site com o fundo preto, uma imagem da bandeira do estado e o “recado” viralizaram rapidamente.

A importância dos jovens nas eleições presidenciais de 2022

“Hacked by [por] Shawty Boy. Hahaha, Estado de Goiás hacked! xD Aquele tour básico em seus servidores. Abraço pro TI do Estado de Goiás”, escreveu o hacker.  “Site do governo de Goiás, neste momento”, comentou uma pessoa no Twiter.

No final da noite, a mensagem não estava mais visível e a única coisa que dava para ver era um aviso de indisponibilidade. “Algo deu errado! O sistema ou site que você tentou acessar está indisponível. Nossa equipe já está atuando para o restabelecimento o mais breve possível!”, diz a página principal do portal.

Depois da repercussão, um perfil que desde de julho de 2020 posta que realizou invasões em sites de outros estados assumiu a autoria do ataque ao portal do governo de Goiás, mas sem explicar a razão do ataque.

governo

Governo diz que serviços não foram afetados

Em nota, além de confirmar o ataque, o governo de Goiás disse que os servidores públicos de tecnologia atuam para reativar a página e que “nenhum serviço de acesso ao cidadão foi afetado com a invasão”. Na manhã desta terça (03), o site continuava fora do ar.

“A invasão foi identificada prontamente pelos técnicos e medidas de contenção foram imediatamente aplicadas ao sistema. Especialistas da Subsecretaria de Tecnologia da Informação (STI), da Secretaria de Desenvolvimento e Inovação (Sedi), já estão trabalhando para a reativação gradual e segura do site”, declarou o governo, finalizando que “um boletim de ocorrência será registrado na Polícia Civil de Goiás”.

Leia também: Ataque deixa sites do governo do Rio Grande do Sul fora do ar

5/5 - (1 vote)

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.