Com vaga ameaçada, Braga Netto procura reforçar atuação

0

O então ex-ministro Braga Netto recentemente ganhou mais funções no que tange a campanha do presidente Jair Bolsonaro, em um momento em que sua possível candidatura tem sido colocada em cheque, principalmente por membros do chamado centrão. 

Na última semana, com os rumores de que o posto de vice candidato está ameaçado, Braga Netto vem atuando de forma mais intensa na coordenação do grupo de campanha e se aproximando dos responsáveis pelo marketing da disputa eleitoral. 

Além disso, o ex-ministro mais recentemente viajou para o Rio de Janeiro com intuito de se reunir com empresários. Nesse sentido, a missão atribuída foi passada justamente por Bolsonaro, dado que o ex-ministro possui forte identificação com o Estado, uma vez que o mesmo foi escolhido pelo então presidente Michel Temer a atuar como interventor federal na segurança pública em 2018. 

 

Fantasma de Tereza Cristina (PP-MS)

Recentemente o presidente Jair Bolsonaro elogiou a ex-ministra Tereza Cristina e isso fez com que surgisse a possibilidade dela vir a ser vice no lugar do então ministro Braga Netto, integrantes do conhecido Central afirmam que seria interessante ter a ministra como vice na chapa de bolsonaro, dado que ela teria potencial de atrair eleitores do público feminino.

Contudo, para esse cenário se tornar possível, é preciso oferecer uma saída honrosa para o então ex- ministro Braga Netto, isso poderia acontecer com oferta de algum cargo específico, podendo ser, colocá-lo em uma embaixada, ou até mesmo devolvê-lo para pasta da defesa .

Com isso no intuito de evitar a vir ser substituído na chapa da campanha, Braga Netto tem se aproximado de empresários e organizações, também vem atuando mais firmemente na campanha a partir de conselho de próprios aliados, que perceberam que o momento seria adequado para Braga Netto atuar mais firmemente na campanha. 

 

Braga Netto está atento e segue aumentando participações estratégica na campanha

Assim, além de ter essa atribuição de fazer comunicação entre a campanha e o governo, o ex-ministro passou a tomar conta também da agenda do então Presidente Jair Bolsonaro, programando visitas nesse período que antecede as eleições, recentemente, o general também buscou uma aproximação com o marqueteiro do PL, no intuito de ser mais participativo na internet. Ou seja, entrar de cabeça nas redes sociais. 

Além disso, Bolsonaro tem afirmado que a escolha do vice não está consolidada, e ele define que tanto Braga Netto quanto Tereza são possibilidades para vaga, deixando a entender que a disputa segue em aberto. Contudo, Bolsonaro não esconde a sua preferência pelo General, que continua sendo o favorito para ocupar o posto. 

Nesse sentido, ao ter deixado o Ministério da Defesa ao final de Março, Braga Neto foi nomeado assessor da presidência. Contudo, caso Braga Netto venha mesmo a assumir a candidatura de vice-presidente, ele terá que deixar o cargo no início de julho.

Com receio de não fazer parte da chapa, é bem provável que o General venha ainda a ampliar sua participação, buscando apoio também nas diversas esferas políticas, principalmente do grupo do Centrão que em sua maioria prefere o nome de Tereza Cristina. 

 

Avalie o Artigo:
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.