Capa da revista ‘Time’, Lula  diz que Zelensky, presidente da Ucrânia, é ‘tão responsável pela guerra quanto Putin’

Durante sua entrevista à revista americana "Time", Lula disse que o presidente da Ucrânia se acha o "rei da cocada"

0

Luiz Inácio Lula da Silva (PT), ex-presidente e pré-candidato, disse em entrevista concedida para a revista americana “Time” que Volodymyr Zelensky, presidente da Ucrânia, é tão responsável quanto Vladimir Putin, chefe do Executivo russo, pela invasão à região ucraniana.

PT se anima após constatar crescimento de Lula em estados-chave

Durante a entrevista, que foi divulgada nesta quarta-feira (04), Lula disse que o presidente da Ucrânia se acha o “rei da cocada”. Na capa da revista, que deve ser publicada somente no dia 23 deste mês de maio, a “Time” escreveu que Lula, “o líder mais popular do Brasil, busca retornar à Presidência”.

A “Time” costuma fazer capas distintas, levando sempre em consideração algumas regiões do mundo. A edição dos Estados Unidos, por exemplo, terá Elon Musk na capa. Assim como divulgou o Brasil123, o homem mais rico do mundo comprou o Twitter.

Lula sobre a guerra na Ucrânia

Durante a entrevista, Lula foi perguntado sobre a invasão da Rússia à Ucrânia. Na ocasião, o ex-chefe do Executivo também foi questionado sobre o que ele faria para amenizar o conflito caso fosse o presidente. Ao responder, Lula criticou o presidente da Ucrânia, dizendo que o chefe do Executivo ucraniano poderia ter trabalhado mais.

“Às vezes, fico vendo o presidente da Ucrânia na televisão como se estivesse festejando, sendo aplaudido em pé por todos os parlamentos, sabe?”, começou Lula. “Esse cara é tão responsável quanto o Putin. Ele é tão responsável quanto o Putin. Porque numa guerra não tem apenas um culpado. O Saddam Hussein era tão culpado quanto o Bush. Porque o Saddam Hussein poderia ter dito: ‘Pode vir aqui visitar e eu vou provar que eu não tenho armas’”, afirmou à “Time” o petista.

Ainda na entrevista, Lula disse que entende que a invasão foi um erro, salientando, no entanto, que Zelenski poderia ter agido diferente para conter o conflito. “Zelensky quis a guerra. Se ele não quisesse a guerra, ele teria negociado um pouco mais. É assim”, disse Lula.

Segundo o petista, ele fez uma crítica ao Putin recentemente, dizendo que foi errado invadir a Ucrânia, mas que “ninguém está procurando contribuir para ter paz”. “As pessoas estão estimulando o ódio contra o Putin. Isso não vai resolver. É preciso estimular um acordo”, disse o ex-presidente.

Por fim, ele afirma que o presidente da Ucrânia fica “se achando o máximo”, quando, na verdade, deveria ter se concentrado em conversar com Vladimir Putin. “Ele fica se achando o rei da cocada, quando na verdade deveriam ter tido conversa mais séria com ele: ‘Ô, cara, você é um bom artista, você é um bom comediante, mas não vamos fazer uma guerra para você aparecer’. E dizer para o Putin: ‘Ô, Putin, você tem muita arma, mas não precisa utilizar arma contra a Ucrânia. Vamos conversar!’”, completou Lula.

Leia também: Lula diz que Bolsonaro estimula o ódio e que a campanha deste ano será a ‘mais incivilizada’

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.