55% das pessoas afirmam que não votam em Bolsonaro de jeito nenhum; rejeição de Lula é menor

Bolsonaro é atualmente o candidato com a maior rejeição: dos entrevistados, 55% afirmaram que jamais votariam no atual chefe do Executivo

0

O jornal “Folha de S.Paulo” publicou nesta quinta-feira (23) os números levantados pelo instituto Datafolha referentes às eleições presidenciais deste ano. Um dos números que mais chamaram a atenção foram os referentes às rejeições dos candidatos.

De acordo com o DataFolha, o candidato que conta com a maior rejeição é o atual presidente, Jair Bolsonaro (PL). Isso porque, dos entrevistados, 55% afirmaram que jamais votariam no atual chefe do Executivo.

Atrás de Bolsonaro aparece o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Das pessoas ouvidas pelo instituto, 35% dizem que em hipótese alguma votaria no petista para que ele possa voltar ao Palácio do Planalto neste ano.

Conforme o Datafolha, para se chegar ao resultado, foram ouvidas 2.556 pessoas nos dias 22 e 23 de junho em 181 cidades brasileiras – a margem de erro é de dois pontos para mais ou para menos.

Confira a rejeição dos candidatos

Abaixo você confere o índice de rejeição dos 13 atuais pré-candidatos à presidência da República:

  • Felipe d’Avila (Novo): 15%;
  • Leonardo Péricles (UP): 14%;
  • Simone Tebet (MDB): 14%;
  • André Janones (Avante): 14%;
  • Votaria em qualquer um/ não rejeita nenhum: 2%;
  • Rejeita todos/ não votaria em nenhum: 1%;
  • Não sabe: 2%.
ELEIÇÕES 2022 - candidatos
Bolsonaro é atualmente o candidato com a maior rejeição: dos entrevistados, 55% afirmaram que jamais votariam no atual chefe do Executivo. (Foto: reprodução)

Segundo os números do DataFolha, os grupos que mais rejeitam o atual presidente são os dos desempregados (66%), pretos (63%), nordestinos (62%), estudantes (62%), mulheres (61%), católicos (61%), jovens (60%) e os mais pobres (60%).

Já quando o assunto é Lula, constata-se que as pessoas que mais rejeitam o ex-presidente são os empresários (61%), os mais ricos (57%), que ganham de cinco a dez salários mínimos, (52%) que ganham acima de dez salários mínimos, pessoas com nível superior (46%), evangélicos (46%), espíritas (46%), moradores do Centro-Oeste (43%) e homens (41%).

Lula na frente de Bolsonaro

Se na questão rejeição quem está na frente é Bolsonaro, quando o assunto é intenção de votos o jogo vira. Isso porque, assim como publicou mais cedo o Brasil123, o petista continua muito na frente do atual chefe do Executivo. Conforme o levantamento, Lula tem hoje 47% das intenções de voto, enquanto Bolsonaro soma 32%.

Leia também: Presidente do TSE diz que ‘sistema eleitoral não é de esquerda, direita ou centro’

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.