Transtorno Explosivo Intermitente: o que é e como tratá-lo

Conheça o transtorno que pessoas que têm o "pavio curto" podem sofrer

0

O Transtorno Explosivo Intermitente é um transtorno psicológico que desencadeia crises de raiva em uma pessoa, de forma injustificada. Por isso, as pessoas que portam este transtorno são consideradas de difícil trato e geralmente não têm uma boa vida social nem com pessoas próximas, nem com colegas de trabalho. Saiba mais sobre este transtorno e como ele se apresenta, no artigo abaixo.

Cuidar dos pés: saiba como fazer isso em casa e tê-los macios e lisos

Explosões desproporcionais

As pessoas que sofrem com o Transtorno Explosivo Intermitente sentem-se com muita raiva por situações pequenas. Essas situações poderiam ser facilmente resolvidas, tanto por elas, como por outras pessoas, se elas apenas conversassem ou agissem a respeito. Contudo, coisas pequenas ocasionam crises intensas de raiva, como se fossem muito sérias. Isso porque a pessoa sente-se atingida facilmente e não possui controle das suas emoções.

Os portadores do Transtorno Explosivo Intermitente ficam agressivos

As pessoas que portam este transtorno sentem-se com raiva e explodem, agredindo as outras tanto através de palavras, como de atos. Ou seja, em alguns casos, elas podem agredir fisicamente e machucar de maneira séria quem é alvo da sua raiva, ou quem está por perto.

Em seguida, vem a culpa

A pessoa sabe que explodiu por um motivo pequeno e isso faz com que ela se sinta culpada pela forma como agiu. Contudo, ela sempre repete a ação, porque não consegue manter-seno controle. Ou seja, um círculo vicioso advém das crises, fazendo com que a pessoa sinta culpa, mas perca o controle de novo.

Vida social comprometida

Justamente por causa da instabilidade, uma pessoa que sofre com o transtorno não consegue manter relações saudáveis. Isso porque as pessoas tendem a se manter longe delas, com medo das crises de raiva. Por isso, ele interfere de maneira negativa sua vida social e profissional.

Veja essa lista de cuidados que toda mulher deve ter consigo mesma

Sintomas

Os sintomas do Transtorno Explosivo Intermitente são vários e abrangem tanto o âmbito psicológico, como o físico. Por isso, veja alguns dos sintomas psicológicos que se apresentam nos seus portadores:

  • Reatividade
  • Reações descontroladas
  • Descontrole emocional
  • Impaciência
  • Impulsividade
  • Irritabilidade

Já os sintomas físicos que podem aparecer são os seguintes:

  • Tensão muscular
  • Enxaqueca
  • Aumento dos batimentos cardíacos
  • Sudorese
  • Tremores

Transtornos que acompanham os portadores do transtorno

Os portadores deste transtorno costumam apresentar outros transtornos psicológicos, que agravam ainda mais o seu quadro. São eles os Transtornos de Ansiedade Generalizada e a depressão. Por isso, é fundamental que se busque tratamento tão logo os sintomas sejam identificados.

Como é feito o diagnóstico

O diagnóstico apenas pode ser feito por um profissional da saúde, especialmente os psiquiatras e psicólogos. Além disso, são eles também que conseguem prescrever o tratamento correto e fazer o acompanhamento do paciente, ajustando-o, se necessário.

Qual é o tratamento

O tratamento do Transtorno Explosivo Intermitente pode ser feito através da psicoterapia, ou através de remédios. Entretanto, quem define isso são os profissionais que acompanharão o paciente, avaliarão a gravidade da situação e definirão a melhor estratégia para o seu caso.

Mídias sociais: saiba porque você deve se afastar delas

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.