Queiroga faz gesto obsceno para responder protesto de brasileiros em NY; veja o vídeo

O gesto de Marcelo Queiroga foi feito em Nova York, nos Estados Unidos. Ele está junto de Bolsonaro, que discursou na Assembleia Geral da ONU

0

Marcelo Queiroga, ministro da Saúde, respondeu brasileiros que protestavam em Nova York, no Estados Unidos, fazendo um gesto obsceno. No vídeo, gravado na segunda-feira (20) e postado nas redes sociais, o chefe da pasta aparece em um micro-ônibus que transportava a comitiva do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), que discursou nesta terça-feira (21) na Assembleia Geral da ONU.

Durante o protesto, é possível ver que Marcelo Queiroga estava sentado em um banco do veículo e, em dado momento, se levanta e mostra o dedo do meio para os manifestantes, que responderam com os mesmos gestos.

Segundo as informações, o caso aconteceu na calçada em frente ao hotel em que a comitiva brasileira se encontra hospedada. No vídeo, além de criticar Marcelo Queiroga, os manifestantes também xingaram Bolsonaro, o chamando de “genocida”. Essas pessoas também entoaram gritos de “Fora Bolsonaro”.

O gesto de Marcelo Queiroga foi feito em Nova York, nos Estados Unidos. Ele está junto de Bolsonaro, que discursou na Assembleia Geral da ONU.
O gesto de Marcelo Queiroga foi feito em Nova York, nos Estados Unidos. Ele está junto de Bolsonaro, que discursou na Assembleia Geral da ONU. (Foto: reprodução)

Ainda conforme as informações, no local onde aconteceu o fato, também existia um caminhão com um telão, que mostrava uma foto do presidente com mensagens que o vinculavam às queimadas ocorridas na Amazônia.

O protesto, que ficou marcado pelo gesto do ministro da Saúde, não foi o primeiro. Isso porque, mais cedo, Bolsonaro e sua comitiva já tinham sido alvos de manifestações. Na ocasião, enquanto o grupo xingava Bolsonaro, aliados do presidente, como ministro do Turismo, Gilson Machado, sorria e apontava o celular para os desafetos da administração do chefe do Executivo.

Durante a manifestação, Bolsonaro gravou um vídeo e postou nas redes sociais. Nas imagens, ele diz que existiam poucos manifestantes. Segundo ele, essas pessoas deveriam estar em “um país socialista” e não nos EUA. Veja o vídeo

Bolsonaro em Nova York

Sem ter tomado a vacina contra a Covid-19, Bolsonaro desembargou em Nova York, junto de sua comitiva, no último domingo (19). A viagem do presidente tem o intuito: participar da 76ª Assembleia Geral da ONU. Dos 20 líderes mais influentes do mundo e que estão no encontro, Bolsonaro é o único que declarou que não tomou a vacina contra a Covid-19.

Leia também: Prefeito de Nova Iorque diz que, se Bolsonaro não quer vacinar, “nem precisa” ir

Veja Também:

Está "bombando" na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.