Preços do diesel e da gasolina têm leve queda na semana

Preço médio do litro do diesel recua 0,4%, para R$ 6,918, enquanto a gasolina cai 0,3%, para R$ 7,252; etanol tem queda de 0,7%

0

Depois de bater recorde na semana passada, o preço médio do diesel caiu 0,4% nesta semana. Com isso, os consumidores encontraram o combustível custando, em média, R$ 6,918. Na semana passada, o valor chegou a R$ 6,943, ou seja, o diesel ficou apenas três centavos mais barato.

A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) atualizou os dados nesta sexta-feira (27). A saber, o levantamento semanal da ANP teve início em 2004 e, de lá pra cá, vem registrando o preço médio dos principais combustíveis do país. Atualmente, a agência pesquisa preços de mais de 5 mil postos do país.

Embora tenha recuado em relação à semana anterior, o preço do diesel continua bastante elevado no país. O que explica isso são os reajustes promovidos pela Petrobras neste ano.

Em março, a estatal elevou em 24,9% o preço do litro do diesel nas refinarias do país. Dois meses depois, a estatal promoveu mais um reajuste no combustível mais consumido do Brasil, de 8,87%. E o resultado é que o preço do diesel está 47% mais caro nas refinarias do país.

Apesar dos altos preços do combustível, a Petrobras ainda pode elevar o preço do diesel no país. Em síntese, a política de preços da empresa segue as cotações internacionais do barril de petróleo e do dólar. Isso quer dizer que, se a moeda americana e a commodity ficarem mais caras, os combustíveis também deverão subir no Brasil.

Gasolina e etanol também recuam

Há duas semanas, a gasolina chegou a bateu recorde nos postos do país. De acordo com a ANP, o preço médio do litro do combustível havia chegado a R$ 7,298 nas bombas. Já nesta semana, o valor caiu 0,3%, para R$ 7,252. Isso quer dizer que a gasolina está apenas quatro centavos mais barata que o recorde.

Em outras palavras, os consumidores continuam pagando muito caro para abastecer seus carros, tanto com a gasolina quanto com o diesel. Como ambos os combustíveis são derivados do petróleo, os seus preços podem subir ainda mais no decorrer do ano. Aliás, o mercado já espera pela alta da gasolina.

Por fim, o etanol fechou a quarta semana consecutiva em queda. Em resumo, o preço médio do concorrente direto da gasolina nas bombas do país caiu 0,7%, para R$ 5,186. Há quatro semanas, o preço médio do etanol custava R$ 5,529 nos postos do país.

Leia Também: Lotofácil: aposta de Bauru acerta dezenas e leva R$ 1,59 milhão

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.