Polícia encontra ossada que pode ser dos meninos de Belford Roxo

A polícia encontrou uma ossada enquanto fazia buscas em uma área próxima a uma ponte, local onde os corpos dos meninos teriam sido descartados

0

A procura pelos meninos desaparecidos em Belford Roxo, no Rio de Janeiro, pode estar perto do fim, e do jeito que ninguém desejava. Isso porque a Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF), da Polícia Civil, encontrou uma ossada enquanto fazia buscas em uma área próxima a uma ponte, local onde os corpos dos garotos teriam sido descartados em sacos.

De acordo com informações divulgadas pelo portal “G1”, os ossos encontrados parecem ser de uma costela e estavam dentro de um saco preto. Após a localização, o material foi encaminhado para a perícia, que deve analisar a ossada nos próximos dias. Os agentes também encontraram fios de cabelo, que também serão examinados.

meninos de belford roxo
A polícia encontrou uma ossada enquanto fazia buscas em uma área próxima a uma ponte, local onde os corpos dos meninos teriam sido descartados. (Foto: reprodução)

Ainda em entrevista ao portal “G1”, pessoas que fazem parte da Polícia Técnico-Científica disseram que o material será levado para o setor de antropologia do Instituto Médico Legal (IML). Por conta do estágio avançado de decomposição, a possibilidade de que os ossos são de uma animal ainda não foi descartada.

Irmão denunciado

Os ossos encontrados nesta sexta-feira (30) foram localizados após uma denúncia de um homem, que assim como publicou o Brasil123, foi até à polícia acusar o irmão de ter participado da ocultação dos corpos. De acordo com ele, um saco com os meninos dentro teria sido jogado de uma ponte, a mesma em que os ossos foram encontrados nesta sexta (30).

O desaparecimento dos meninos

Os três meninos estão desaparecidos desde o dia 27 de dezembro. Na ocasião, eles saíram para jogar futebol e nunca mais voltaram.

Recentemente, parentes dos meninos participaram de uma reunião com o delegado do caso e também com representantes do Ministério Público, da Defensoria Pública e da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Eles cobram uma resposta sobre o caso.

Leia também: Secretário diz que prisão de miliciano pode esclarecer caso Marielle

Veja Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.