PDT confirma e Ciro Gomes disputará sua quarta eleição como candidato à presidência

Ciro Gomes tenta se consolidar como terceira via e ganhar o apoio daqueles que não votariam em Bolsonaro e muito menos em Lula

0

O ex-ministro e ex-governador Ciro Gomes foi oficializado nesta sexta-feira (21) como pré-candidato do Partido Democrático Trabalhista (PDT) na disputada pela presidência da República. Essa será a quarta vez que o político tentará alcançar a cadeira do Palácio do Planalto.

TSE não exigirá dos eleitores a apresentação de passaporte da vacina

De acordo com o portal “Congresso em Foco”, o anúncio de Ciro Gomes como pré-candidato teve como intuito oficializar de vez a entrada do ex-governador na disputa eleitoral e afastar os rumores de que o político poderia desistir de participar das eleições.

Apesar do anúncio, as informações são de que a indicação não é unanimidade entre os membros do partido. Essa “divisão” acontece porque alguns líderes da legenda acreditam que o melhor a se fazer é não indicar alguém à presidência e se concentrar em usar a verba do fundo eleitoral na campanha de deputados federais.

Além disso, membros do PDT defendem que o partido faça um estudo para avaliar se não valeria a pena emplacar uma federação partidária com legendas da esquerda.

Rebeldia da esperança

Segundo o PDT, o slogan da campanha de Ciro Gomes deverá ser “rebeldia da esperança”. O slogan foi criado por João Santana, que por anos trabalhou como marqueteiro do PT, e tenta apagar a fama de destemperado de Ciro Gomes adquirida em disputas anteriores.

Conforme explica Carlos Lupi, dirigente do PDT, o slogan serve para que a legenda se aproxime do perfil do eleitor desejado: a juventude. “A gente quer consolidar o voto dessa juventude rebelde contra o sistema, a ignorância, o negacionismo e todo tipo de discriminação”, disse.

Ciro Gomes como candidato à presidência

Essa será a quarta vez que Ciro Gomes se candidata à presidência. As outras eleições que teve o político como opção de voto foram as de 1998, de 2002 e de 2018. Hoje, Ciro Gomes tenta se consolidar como terceira via e ganhar o apoio daqueles que não votariam para a reeleição do presidente Jair Bolsonaro (PL) e nem para a volta do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) ao poder.

Leia também: Bolsonaro diz que está negociando PEC para zerar impostos sobre combustíveis

5/5 - (3 votes)

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.