Nordeste tem os combustíveis mais caros do país; Bahia se destaca

Levantamento da ANP revela que diesel, gasolina e etanol foram comercializados com o preço médio mais alto no Nordeste na semana passada

0

Abastecer o veículo no Brasil é uma tarefa bastante complicada. Os preços dos combustíveis vêm subindo expressivamente há meses, afetando todas as regiões brasileiras. E a situação é ainda mais difícil no Nordeste, que segue como a região brasileira com os combustíveis mais caros do país.

A saber, o preço médio nacional do diesel chegou a R$ 7,03 na semana passada. O valor ficou 0,37% superior ao registrado na semana anterior, segunda alta consecutiva. Aliás, o reajuste de 14,25% promovido pela Petrobras no preço do litro do diesel deverá elevar ainda mais o seu valor nos postos de combustíveis

Em resumo, a alta semanal aconteceu, principalmente, devido ao Nordeste, onde o preço subiu 1,94%. No Norte e no Sul, o diesel ficou praticamente estável, enquanto o preço caiu no Centro-Oeste (-0,31%) e no Sudeste (-0,10%).

Veja abaixo os valores médios do diesel nas regiões brasileiras:

  • Nordeste: R$ 7,30;
  • Norte: R$ 7,14;
  • Centro-Oeste: R$ 7,10;
  • Sudeste: R$ 6,91;
  • Sul: R$ 6,87.

Entre as Unidades Federativas (UFs), a Bahia apresentou o maior preço na semana passada (R$ 7,87). Isso aconteceu devido a um forte avanço de 7,38% registrado em relação à semana anterior. Por outro lado, os motoristas puderam encontrar o diesel mais barato do país no Espírito Santo (R$ 6,76).

Além dos preços elevados, os motoristas do país podem sofrer com a escassez do combustível. Projeções do mercado indicam que há risco real de desabastecimento do diesel entre agosto e outubro, período em que há pico de consumo no país.

A propósito, o governo vem se movendo para que isso não aconteça, mas o risco existe. Seja como for, a população deverá sofrer com o diesel mais caro, uma vez que as opções do governo, de aumentar o estoque e de elevar o percentual do biodiesel na mistura obrigatória ao diesel, deverão elevar os preços do combustível.

Gasolina e etanol também são mais caros no Nordeste

Da mesma forma, o Nordeste lidera o ranking de preços mais altos tanto da gasolina quanto do etanol. Em resumo, o preço médio nacional da gasolina chegou a R$ 7,23 na semana passada. Entre as regiões brasileiras, o combustível subiu no Norte (+0,49%) e no Nordeste (+0,16%), mas caiu no Centro-Oeste (-1,40%), no Sul (-0,37%) e no Sudeste (-0,20%).

Confira abaixo os preços médios da gasolina na semana em cada uma das regiões brasileiras:

  • Nordeste: R$ 7,51;
  • Centro-Oeste: R$ 7,30;
  • Norte: R$ 7,25;
  • Sudeste: R$ 7,15;
  • Sul: R$ 7,05.

Entre as UFs, a Bahia também lidera o ranking nacional, comercializando a gasolina com um preço médio de R$ 8,04 por litro. O valor é 11,20% superior à taxa nacional e 7,06% à taxa do Nordeste. Em contrapartida, o Amapá continuou com a gasolina mais barata do país, com um preço médio de R$ 6,44, valor 10,93% menor que a média nacional.

Já o preço médio do etanol caiu para R$ 4,91 no país graças às queda registradas em todas as regiões brasileiras: Centro-Oeste (-2,39%), Sudeste (-2,07%), Nordeste (-0,74%) Sul (-0,61%) e Norte (-0,12%).

Com estas variações, o preço médio do etanol chegou aos seguintes patamares nas regiões brasileiras:

  • Nordeste: R$ 6,01;
  • Norte: R$ 5,82;
  • Sul: R$ 5,37.
  • Centro-Oeste: R$ 4,86;
  • Sudeste: R$ 4,73.

A Bahia não liderou o ranking nacional, mas o preço médio do etanol chegou a R$ 6,18 no estado e superou a média nacional. Outras cinco UFs tiveram preços mais altos que o estado baiano na semana passada: Rio Grande do Sul (R$ 6,50), Amapá (R$ 6,38), Roraima (R$ 6,29), Ceará (R$ 6,22) e Santa Catarina (R$ 6,19).

Por outro lado, o menor preço médio de etanol foi registrado em São Paulo (R$ 4,56).

Leia também: Dinheiro é a principal preocupação de 74% dos brasileiros

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.