MP vai investigar deputado bolsonarista que colocou outdoor contra Lula

Na peça é possível ver uma foto de Lula com a seguinte legenda: "Aqui esse bandido é reconhecido como 'traidor da pátria'. Fora... maldito!"

0

O Ministério Público (MP) do Mato Grosso vai abrir uma investigação por conta da instalação de um outdoor com ofensas contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) em Rondonópolis. De acordo com informações do portal “UOL”, um dos investigados é Gilberto Cattani (PL), um deputado estadual apoiador do presidente Jair Bolsonaro (PL).

No pedido, que veio à tona nesta quinta-feira (21), o MP afirmou que integrantes do grupo “Movimento Conservador”, que participaram da inauguração do outdoor em fevereiro, serão investigados por difamação, injúria, ameaça e associação criminosa.

Na peça, que foi colocada nas margens da BR-364, era possível ver uma foto de Lula com a seguinte legenda: “Aqui esse bandido é reconhecido como ‘traidor da pátria’. Fora… maldito!”. Após a instalação do outdoor, o deputado ainda divulgou um vídeo em suas redes sociais. Na gravação, ele aparece junto com outros membros do grupo fazendo piadas sobre uma suposta tentativa de retirada do outdoor.

deputado - lula
Na peça é possível ver uma foto de Lula com a seguinte legenda: “Aqui esse bandido é reconhecido como ‘traidor da pátria’. Fora… maldito!”. (Foto: reprodução)

O tema chegou ao MP após os advogados do PT, Cristiano Zanin e Eugênio Aragão, terem afirmado que o ex-presidente teve sua honra atacada “em nível nacional”. Além disso, os defensores do presidente afirmaram que o outdoor é prejudicial por ficar em uma rodovia com fluxo intenso de veículos e em “um dos principais polos do agronegócio brasileiro”.

Segundo o procurador do MP, Domingos Sávio de Barros Arruda, o deputado estadual não só divulgou o outdoor em suas redes sociais, junto a diversas ofensas contra Lula, como também afirmou que “seria ‘o primeiro outdoor de muitos'”.

“Observa-se que a conduta do deputado não apenas se confira como crime de associação criminosa, mas, também, de Injúria e Difamação por parte do deputado estadual Gilberto Cattani e outros”, afirma o procurador.

Por fim, os advogados do partido afirmam que a decisão de apurar o ocorrido “é importante no sentido de conter os abusos cometidos antes mesmo do início da campanha presidencial de 2022”.

Leia também: Lula procura político experiente para gerir a política econômica do país

5/5 - (1 vote)

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.