Mais de 25% do fundo eleitoral do PT será destinado para a campanha de Lula

O montante para a campanha de Lula representa um valor 303% maior do que o destinado em 2018 pela sigla durante a campanha de Fernando Haddad.

0

O diretório nacional do Partido dos Trabalhadores (PT) vai usar 26,03% de todo o recurso disponível através do fundo eleitoral para o custeio dos gastos da campanha do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que neste ano tenta voltar à presidência da República.

De acordo com o partido, a expectativa é que a campanha de Lula possa custar até R$ 131,02 milhões. Esse valor faz parte do montante que a legenda tem direito e receberá do Fundo Especial de Financiamento de Campanha, conhecido como “Fundo Eleitoral”.

Neste assim, assim como publicou o Brasil123, o valor do fundo foi fixado em R$ 4,9 bilhões. Todo esse dinheiro foi dividido levando em consideração os critérios estabelecidos pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Segundo um levantamento feito pelo portal “UOL”, a previsão de recursos para a campanha de Lula representa um valor 303% maior do que o destinado em 2018 pelo partido durante a campanha de Fernando Haddad, que chegou ao segundo turno e acabou sendo derrotado pelo presidente Jair Bolsonaro (PL).

De acordo com a prestação de contas de Fernando Haddad, o PT gastou, de recursos do fundo eleitoral, “apenas” R$ 32,48 milhões em sua campanha, somando os dois turnos.

Fundo Eleitoral em 2022

Neste ano, o PT foi o segundo partido com o maior montante a receber. Do total de R$ 4,9 bilhões reservados para o fundo eleitoral, R$ 503,4 milhões serão destinados à sigla.

Nesta quinta, assim como publicou o Brasil123, o TSE estabeleceu o limite de gastos das campanhas deste ano. Conforme o órgão, o valor máximo deve ser o mesmo de 2018, mas atualizado pela inflação no período. 

Com base na inflação do período, o valor total que os partidos poderão gastar na disputa presidencial deve ficar em R$ 132,52 milhões, somando os dois turnos.

De acordo com o PT, além de Lula, todas as candidaturas aprovadas pelo partido irão receber recursos. No entanto, caberá à Comissão Executiva Nacional definir os critérios e os valores a cada um dos candidatos.

Leia também: Partido Novo é único que renunciou recursos do Fundo Eleitoral

Avalie o Artigo:
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.