Governo compra cinco carros de R$ 294 mil para ministros

Na licitação, consta que os veículos precisavam ser zero quilômetro, do tipo SUV, e ter itens como ar-condicionado e kit multimídia

0

A jornalista do portal “UOL” Carla Araújo revelou, nesta quinta-feira (05), que o governo do presidente Jair Bolsonaro (PL) vai gastar R$ 1,4 milhão na compra de cinco carros. De acordo com ela, esses veículos serão usados para o deslocamento de ministros. Ainda conforme a comunicadora, a compra foi publicada no Diário Oficial da União, no final do mês de abril, e foi de responsabilidade da Secretaria-Geral da Presidência.

Para Bolsonaro, denúncias de corrupção não tem consistência

Para comprar os veículos, foi realizada uma licitação virtual. Na ocasião, a Moto Agrícola Slaviero AS., uma empresa de Brasília, venceu a disputa. Com isso, será ela a responsável por entregar cinco automóveis Ford Bronco no valor de R$ 294,4 mil cada ao governo.

Após a divulgação, a Secretaria-Geral divulgou uma nota dizendo que o “valor da proposta vencedora ficou abaixo do valor de referência deste processo licitatório, resultante de pesquisa de mercado de veículos diversos da mesma categoria”.

Na licitação, consta que os veículos precisavam ser zero quilômetro, do tipo SUV, que é um utilitário esportivo, de porte grande, com ar-condicionado, automático, com vidro elétrico e kit multimídia.

De acordo com a jornalista, a pasta foi perguntada sobre quais seriam os ministros que iriam usar esses novos veículos. Em resposta, a pasta se limitou a informar que esses carros “serão utilizados no transporte dos Ministros de Estado titulares dos órgãos essenciais da Presidência da República”.

Conforme o edital da compra, a licitação foi feita porque os veículos utilizados por ministros são cedidos por empréstimo por meio do Contrato de Comodato que estava próximo ao vencimento, sem expectativa de renovação. No documento, a pasta ainda informou que o uso intensivo dos carros da frota atual fez com que eles se tornassem “antieconômicos, com a manutenção onerosa e o rendimento aquém do desejável em virtude do uso prolongado”.

Veículos mais caros

Levando em consideração a tabela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), que é usada como referência para preços de automóveis, o modelo Ford Branco 2.0, com ano de fabricação 2021, foi vendido mais caro ao governo. Isso porque, conforme a tabela, o preço indicado é de cerca de R$ 263 mil.

Leia também: Bolsonaro veta integralmente Lei Aldir Blanc; veja detalhes

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.