Fundos de ações: como escolher os melhores?

0

Na hora de investir, uma das melhores formas de ganhar dinheiro com mais tranquilidade é investindo nos fundos de ações. Isso porque quem investe nesses produtos não precisa ficar se preocupando em escolher as melhores empresas do mercado. Além disso, também não precisa ficar vendendo e comprando ações de acordo com as notícias.

Contudo, nem todos os fundos de ações são bons e, por isso, você precisa saber escolher os melhores. Nesse texto, vamos falar mais sobre como escolher os melhores produtos, além de saber quando é a hora de sair de algum deles.

O que são fundos de ações?

Fundos de ações são produtos financeiros que algumas gestoras têm. Nesses fundos, pessoas especializadas escolhem as melhores empresas no Brasil e no mundo, de acordo com a  estratégia do fundo. Por isso, o investidor não precisa se preocupar em analisar balanços das empresas, além de poder se afastar do noticiário do mercado financeiro.

Para isso, é preciso investir com tranquilidade e escolher os melhores fundos de ações é fundamental. Como há diversas estratégias para investir, o ideal é que você conheça o básico do mercado de ações antes de comprar cotas de qualquer fundo. Apesar disso, você não precisará se aprofundar para investir bem, dado que existem profissionais qualificados investindo o seu dinheiro por você.

Porém, existem algumas armadilhas nesse mercado. Isso porque alguns fundos não são bons e, por isso, também é importante que você saiba escolher. Dessa forma, mostraremos alguns filtros que você precisa ver antes de comprar os seus fundos de ações.

fundos de ações
Foto: Reprodução

Como escolher o melhor?

Existem algumas técnicas no mercado financeiro que permitem analisar os melhores fundos de ações. Para isso, o investidor precisa tirar uma parte do seu dia no início para que, no futuro, consiga ficar tranquilo em relação ao dinheiro.

O primeiro passo para escolher os melhores fundos de ações é, claro, ver há quanto tempo aquela gestora está no mercado. Isso porque gestoras mais consolidadas tendem a investir melhor que as novas. Além disso, gestoras mais antigas já têm mais experiência no mercado e saberão lidar até mesmo com cenários adversos. Além disso, é importante que você veja como o fundo de comportou nos últimos anos.

Isso porque muitos fundos de ações rendem muito durante o ano, mas no outro perdem muito valor de mercado. Por isso, busque sempre aqueles fundos de ações que têm retornos mais ou menos constantes, e evite aqueles fundos que tiveram rendimentos exacerbados no último ano. Esse é o caso do Fundo Alaska Black.

O terceiro filtro é ver as taxas que o fundo cobra. Em tese, fundos devem cobrar uma taxa de administração pequena para que o rendimento fique com você. Ainda, fundos que cobram taxas de performance precisam, de fato, performar acima do Ibovespa. Caso isso não tenha acontecido no passado, evite esses fundos.

Após isso, você terá um seleto grupo de fundos de ações. Ao comprá-los, é importante que você leia os materiais dos gestores e questione como o fundo está se posicionando em relação ao cenário atual do mercado. Assim, você terá respostas que darão mais tranquilidade nas suas decisões.

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.