Confiança da indústria sobe em 19 dos 29 setores pesquisados em abril

Todos os setores estão otimistas, com destaque para o de produtos diversos; já o setor menos confiante da indústria é o de produtos têxteis

0

O Índice de Confiança do Empresário Industrial (Icei) subiu em 19 dos 29 setores analisados em abril deste ano. A saber, todos os setores se mostraram otimistas no mês, apesar da queda em dez deles. Isso quer dizer que o nível de confiança superou os 50 pontos em todos eles.

Em resumo, valores superiores a 50 pontos representam otimismo, enquanto números abaixo desta faixa indicam falta de confiança do setor. A propósito, a Confederação Nacional da Indústria (CNI), responsável pelo levantamento, divulgou as informações na terça-feira (26).

De acordo com a publicação, os setores mais confiantes em abril foram os de produtos diversos (61,3 pontos), produtos de borracha (59,3 pontos), manutenção, reparação e instalação de máquinas e equipamentos (59,3 pontos), extração de minerais não metálicos (59,2 pontos) e confecção de artigos do vestuário e acessórios (59,2 pontos).

Em contrapartida, os setores menos confiantes pesquisados pela CNI em abril foram os de produtos têxteis (52,9 pontos), obras de infraestrutura (53,5 pontos),  equipamentos de informática, produtos eletrônicos e outros (54,1 pontos), produtos de metal (exceto máquinas e equipamentos) (54,3 pontos) e bebidas (55,0 pontos).

Reavaliação de riscos faz confiança crescer

Segundo o gerente de Análise Econômica da CNI, Marcelo Azevedo, houve uma recomposição da confiança dos empresários industrias nos últimos meses. Em outras palavras, o setor passou por uma reavaliação de riscos, que ajudou a impulsionar o indicador de confiança.

“A alta no mês foi significativa em alguns setores, mas não estamos falando de um otimismo desmedido. Possivelmente há uma reavaliação dos riscos e incertezas trazidos pela nova onda de Covid no início do ano, assim como pela invasão da Ucrânia pela Rússia“, explicou Azevedo.

“Isso trouxe algum alívio para as expectativas em abril. Mas os problemas na economia, como inflação, juros e tributação complexa seguem presentes e impedem que o otimismo deslanche“, ponderou.

A saber, o Icei dá sinais sobre os possíveis rumos que a produção industrial pode seguir. Assim, ele funciona como um indicador que antecede e prevê o desempenho industrial. Em suma, o levantamento de coleta das informações para o Icei acontece de maneira conjunta com as Sondagens Industrial e Indústria da Construção. 

Leia Também: Confiança do empresário do comércio cresce em abril

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.