Bolsonaro diz que esquerda nunca sairá do poder caso vença

A declaração de Bolsonaro foi feita em alusão ao ex-presidente Lula, que é de esquerda e tenta voltar Palácio do Planalto neste ano

0

Jair Bolsonaro (PL), presidente da República, afirmou nesta quinta-feira (30) que a esquerda “nunca sairá do poder” caso vença as eleições no pleito deste ano. A declaração foi feita em alusão ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que é de esquerda e que deve tentar voltar Palácio do Planalto neste ano.

Bolsonaro confirma aliança com apresentador Datena, da Band

A declaração de Bolsonaro foi feita durante uma entrevista dele ao canal americano “Fox News”. Na ocasião, ele reclamou que nunca teve espaço ou visibilidade na mídia durante sua campanha em 2018. Ao contrário disso, disse o presidente, ele foi atacado.

“A mídia nunca me deu visibilidade ou espaço, muito pelo contrário, eles me atacaram o tempo todo durante a campanha. Se a esquerda voltar ao poder, a meu ver, eles nunca sairão do poder e esse país seguirá o mesmo caminho de Venezuela, Argentina, Chile e Colômbia”, disse Bolsonaro, completando que, em sua visão, “o Brasil se tornará mais um vagão nesse trem”.

O trecho em que Bolsonaro faz a declaração apareceu na chamada da programação da emissora, que revelou que a entrevista completa concedida ao jornalista conservador Tucker Carlso deve ser transmitida na noite desta quinta-feira.

Ainda na chamada, Bolsonaro disse que, em caso de vitória da esquerda, quem se sairá derrotado são os próprios eleitores. “Os perdedores serão a população brasileira e a própria esquerda. Os eleitores de esquerda irão perder com isso. Toda a América do Sul será vermelha se é que você me entende e, na minha visão, os Estados Unidos se tornarão um país praticamente isolado no mundo”, afirmou.

Bolsonaro diz que mostrou a verdade sobre o Brasil

Na manhã desta quinta, Bolsonaro foi ao Twitter contar aos seus seguidores que havia encontrado e dado uma entrevista ao jornalista americano. Na publicação, o chefe do Executivo disse que mostrou “a verdade sobre o Brasil” e também sobre o seu governo.

“Recebi hoje, no Palácio do Alvorada, o jornalista americano @TuckerCarlson, apresentador do programa jornalístico de maior audiência dos EUA. Mostramos ao mundo a verdade sobre o Brasil, sobre o nosso governo e tenho certeza que mais uma vez a verdade irá nos libertar”, tuitou Bolsonaro.

Leia também: Denúncias de assédio na Caixa podem dificultar crescimento de Bolsonaro nas pesquisas, avalia cúpula da campanha 

Avalie o Artigo:
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.