Após 19º dias de apagão, Bolsonaro vai ao Amapá

3

Neste sábado, dia 21, Bolsonaro visitou o estado do Amapá. O objetivo da viagem presidencial foi acionar os geradores de energia responsáveis pela alimentação elétrica do estado.

Isso não seria notícia, se não fosse os quase vinte dias de apagão sofridos pelas cidades amapaenses. Porém, o presidente não foi ao estado sequer uma única vez. A ausência não foi empecilho para a organização de cerimônias que contaram com a presença de Bolsonaro, que chegou em Macapá às 15 horas da tarde.

O acionamento dos geradores

De acordo com matéria publicada no G1, após o 19º dia da crise energética que atingiu treze das dezesseis cidades do estado, dois geradores foram acionados. Um foi montado na subestação Santa Rita, na capital Macapá, e outro no município vizinho, Santana.

Os blecautes no Amapá

Foram dois blecautes totais que atingiram o estado: um no dia 3, com duração de quatro dias para ter parte do fornecimento energético restaurado, e outro na última terça-feira, dia 17.

As causas do blecaute ainda não ficaram claras e exigiram, portanto, investigação pelos órgãos estaduais e federais.

Durante as últimas três semanas, foi organizado um rodízio entre as regiões, ao mesmo tempo que estabelecimentos essenciais foram classificados como prioridade, como hospitais e delegacias.

A população respondeu com revolta e protestos. Diversas manifestações foram realizadas nas ruas do Amapá.

3 Comentários
  1. […] Seja como for, o presidente presenciou sentimentos dúbios quando chegou ao estado. Parte da população demonstrou apoio, mas parte da população o xingou. Essa parcela que o xingou, criticou principalmente a demora do presidente em ir ao estado neste momento.  […]

  2. […] Não faltaram relatos de comida estragada, transformadores pegando fogo e muita confusão por causa do apagão. Moradores realizaram uma série de protestos pedindo mais rapidez das autoridades. O presidente Jair Bolsonaro, aliás, esteve no estado há alguns dias.  […]

  3. […] Entretanto, o governo federal levou alguns dias para se manifestar em relação ao apagão e apenas no 19º dia após o início da crise que o presidente, Jair Bolsonaro (sem partido), foi em visita ao e…. […]

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.