Serra descarta apoiar Lula e defende que PSDB tenha candidato nas eleições deste ano

Segundo José Serra, que é ex-governador de São Paulo, o seu desejo é que o PSDB tenha uma candidatura própria

0

O senador José Serra (PSDB), ex-governador de São Paulo, afirmou nesta sexta-feira (03) que não vai apoiar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) nas eleições presidenciais deste ano, indo de encontro com declarações recentes de medalhões do partido, como o ex-senador Aloysio Nunes (PSDB), que afirmou que vai votar no petista já no primeiro turno.

Campanha de Lula terá site para receber propostas de governo

Segundo José Serra, seu desejo é que o PSDB tenha uma candidatura própria. “Defendo que tenhamos uma candidatura própria e acredito que a escolha final na convenção do partido foque nos candidatos mais votados nas prévias”, disse ele durante uma entrevista ao jornal “O Estado de São Paulo”.

Assim como publicou o Brasil123, o partido até tinha, mas o ex-governador de São Paulo, João Doria, por falta de apoio, acabou desistindo das eleições presidenciais deste ano. Agora, a legenda se encaminha para, pela primeira vez em sua história, não ter nenhum filiado nas eleições presidenciais.

Durante a entrevista, José Serra falou que, sem João Doria, a opção no partido que mais lhe agrada é o ex-governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite. Apesar do desejo, o PSDB deve mesmo ficar sem um representante.

Isso porque a cúpula da legenda negocia apoiar a senadora Simone Tebet (MDB). Todavia, para isso acontecer de fato, o partido quer que o MDB lhe dê suporte em alguns Estados. Caso a aliança vá para frente, o senador Tasso Jereissati (PSDB) será o vice de Simone Tebet.

Nesse sentido, José Serra relatou que, apesar de preferir uma candidatura própria, não vê problema em apoiar a senadora do MDB caso se comprove que isso é melhor para construir uma alternativa que tenha como foco acabar com a polarização entre Lula e o presidente Jair Bolsonaro (PL).

Leia também: ‘Está tendo medidas arbitrárias’, diz Bolsonaro sobre o TSE

5/5 - (1 vote)

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.