Saque do FGTS termina nesta quarta-feira (15). Entenda!

0

As 12 rodadas de saque do FGTS terminarão nessa quarta-feira, 15. Depois dessa data, ainda será possível retirar os valores, porém não haverá novos pagamentos para os trabalhadores. Isso porque recebem no próximo dia 15 os trabalhadores nascidos em dezembro. O valor é de, no máximo, R$1 mil e não é necessário ir até uma agência da Caixa solicitar o resgate.

Além disso, é preciso entender o que fazer com o dinheiro. Para isso, buscamos as opiniões de especialistas na área financeira. Vale lembrar que o resgate só acontecerá para quem tem valores no fundo de garantia. Por isso, nem todo mundo teve acesso ao saque do FGTS.

Último saque do FGTS

Na próxima quarta-feira, 15, os trabalhadores nascidos em dezembro receberão em suas contas do Caixa Tem o valor do saque do FGTS. Com um resgate de até R$1 mil por CPF, os trabalhadores poderão gastar os valores onde quiserem, sem que isso prejudique a multa para demissões sem justa causa. Contudo, é preciso pensar antes de resgatar.

Isso porque ao fazer isso, o saldo do FGTS diminui. Dessa forma, fica mais complicado dar entrada em imóveis ou operações que envolvam o saldo do fundo de garantia. Por outro lado, com o rendimento do fundo é bastante baixo e o resgate permite que o trabalhador busque retornos melhores. Além disso, é um excelente momento para organizar as finanças.

De qualquer forma, o valor cairá automaticamente nas contas da Caixa Tem. Para aqueles que ainda não possuem cadastro, o Governo Federal abrirá uma conta automaticamente para cada cidadão que tem direito ao saque do FGTS. O valor pode ser resgatado pelo Pix ou através de pagamento de boletos, que também abre a possibilidade para o pagamento de contas atrasadas.

Com isso, encerram-se as rodadas de pagamento do saque do FGTS que aconteciam desde o dia 20 de abril. Nesse dia, os nascidos em janeiro receberam os valores do governo em suas contas.

declarar o saque do FGTS
Foto: Reprodução

O que fazer com o dinheiro?

Com R$1 mil na conta, trabalhadores poderão colocar seus projetos em dia. Contudo, economistas dão dicas para usar esse dinheiro com muito mais sabedoria. Vale lembrar que o momento da economia é incerto, o que faz com que a inadimplência suba. Por isso, a recomendação é não gastar em besteiras e usar o dinheiro da forma correta.

Para quem tem dívidas, a dica é sentar e negociar com as instituições. Por isso, se você tem dívidas menores que R$1 mil, você pode conseguir descontos maiores se você se comprometer a pagar à vista. Contudo, para dívidas maiores que isso, a dica é dar todo o valor do saque do FGTS de entrada e parcelar o restante em valores que caibam no seu bolso. Ao negociar isso com o banco, você também pode conseguir taxas bem menores que as atuais.

Vale lembrar que o saque do FGTS não é recomendado para quem quer dar entrada em um imóvel próprio ou para quem quer utilizá-lo para quitação de dívidas de imóveis com o saldo do fundo de garantia.

Avalie o Artigo:
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.