PT rompe aliança de 16 anos com o PDT ao anunciar candidato ao governo do Ceará

O PT realizou o anúncio após ter aguardado em vão que o PDT anunciasse Izolda Cela (PDT) como nome da sigla no estado.

0

Elmano de Freitas será o candidato do Partido dos Trabalhadores (PT) ao governo do Ceará nas eleições de outubro, revelou nesta segunda-feira (25), Camilo Santana (PT), ex-governador do estado. O PT realizou o anúncio após ter aguardado que o PDT, presidido por Carlos Lupi, indicasse para a disputa a governadora Izolda Cela (PDT), que assumiu o cargo depois que Camilo Santana renunciou ao cargo.

Aguardando Izolda como o nome o PDT, o PT descobriu que, após uma votação interna, a legenda, até outrora aliada, resolveu indicar o ex-prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio como seu candidato ao governo, fazendo com que a relação dos partidos no Ceará fosse desfeita depois 16 anos. Para a presidente nacional do PT, a deputada federal Gleisi Hoffmann, a decisão do PDT de lançar o ex-prefeito de Fortaleza no lugar de Izolda foi “autoritária e machista”.

O nome de Roberto Cláudio não era o preferido do PT, diferentemente do PDT, onde tanto a direção nacional do partido e o candidato à presidência da República pelo partido, Ciro Gomes, enxergam que o político é a melhor escolha para o estado. Segundo informações do canal “CNN Brasil”, isso acontece porque Izolda é vista como uma petista dentro do PDT, pois é casada com Veveu Arruda (PT), ex-prefeito de Sobral, no Ceará.

Camilo Santana, Lula e Elmano de Freitas, anunciado como nome do PT ao governo do Ceará
Camilo Santana, Lula e Elmano de Freitas, o anunciado como nome do PT ao governo do estado Ceará. (Foto: reprodução)

A mudança será benéfica para Ciro Gomes, pois, agora, ele não terá que dividir o palanque com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) no Ceará, região que ele tem sua base mais forte. Na última semana, Ciro Gomes havia dito que Lula estava querendo “invadir” a autonomia do PDT no Ceará.

“O que está acontecendo é o seguinte: o Lula resolveu desconsiderar toda e qualquer ética e qualquer escrúpulo e resolveu destruir os partidos”, começou. “Tentou operar no Ceará também com gente que eu ajudei a criar”, declarou Ciro. “O que Lula está fazendo no Ceará é invadir a autonomia do PDT para escolher o candidato”, acrescentou o candidato à presidência.

Leia também: Ciro Gomes diz que radicalização parte de Bolsonaro, mas Lula contribui para acirrar ânimos

5/5 - (1 vote)

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.