Programa Criança Feliz tem nova ação piloto em execução; conheça

Programas do Ministério da Cidadania e do Ministério da Educação unem ações de visitação e acompanhamento da primeira infância com a literatura

0

Incorporar as práticas do hábito de leitura no dia a dia das famílias é um dos objetivos da ação piloto dos programas Criança Feliz, do Ministério da Cidadania, e do Conta Pra Mim, do Ministério da Educação, desenvolvida na cidade de Natal (RN).

Há um mês em execução, a iniciativa leva pequenas publicações de histórias infantis para as visitas domiciliares até famílias em vulnerabilidade atendidas pelo Criança Feliz.

A intenção é contribuir para que as crianças desenvolvam uma série de habilidades e conhecimentos de pré-alfabetização.

Programa Criança Feliz tem nova ação piloto em execução; conheça
Programa Criança Feliz tem nova ação piloto em execução; conheça – Foto: Ministério da Cidadania

Programa piloto Criança Feliz

Em Natal, o programa do Ministério da Cidadania conta com 40 visitadores que atendem 1.300 famílias. Os visitadores receberam o treinamento do Conta pra Mim para aplicar as novas dinâmicas com as famílias e os kits de leitura, compostos por 20 livros infantis e materiais de orientação.

“Um dos nossos objetivos é fazer com que essas famílias fortaleçam o vínculo familiar, que isso, a prática de literacia, nos acrescenta, além do estímulo à linguagem e ao desenvolvimento da criança”, afirmou a secretária nacional de Atenção à Primeira Infância do Ministério da Cidadania, Luciana Siqueira.

Os dois programas do Governo Federal têm como foco o desenvolvimento de crianças na Primeira Infância, com idade de zero a seis anos.

Por meio de estratégias simples, divertidas e informais, as famílias são estimuladas a realizarem conversas, leituras, brincadeiras e atividades informais. Assim, os pais contribuem para o desenvolvimento da linguagem dos filhos, ajudando os pequenos a compreender melhor o que escutam e a falar com mais desenvoltura e clareza.

“O Criança Feliz e o Conta Pra Mim são superimportantes não só para a primeira infância, mas para a sociedade de forma geral. Agradeço por Natal ter sido escolhida para executar o projeto piloto. É com satisfação estamos entre as capitais selecionadas para desenvolver esse belo trabalho”, disse a secretária municipal de Trabalho e Assistência Social de Natal, Ana Valda Teixeira Galvão.

Para o secretário adjunto da secretaria do Trabalho, Habitação e Assistência Social do Rio Grande do Norte, Adriano Oliveira, iniciativas com foco na primeira infância têm o poder de transformar o país.

“Os feitos da educação demoram a acontecer e, se a gente quer ver um país do futuro, esse futuro começa agora. A construção do cidadão do futuro começa no fortalecimento de vínculos, sobretudo familiares. É aí que a gente vê e consolida a transformação que a gente deseja”, disse.

Mais de 60 milhões de visitas

O Criança Feliz está presente em todos os estados e no Distrito Federal, com adesão ativa em 3.027 municípios e 1,59 milhão de indivíduos visitados em 1,33 milhão de famílias, segundo dados referentes a março de 2022. São 1,27 milhão de crianças e 321 mil gestantes acompanhadas. O total de visitas ao longo da história do programa supera 60,9 milhões.

Vale destacar que o Criança Feliz atende prioritariamente gestantes, crianças de até três anos e suas famílias incluídas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal e crianças de até seis anos e suas famílias que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BPC).

Fonte: Ministério da Cidadania

Veja ainda: CONFIRMADO o valor do Auxílio Brasil para a parcela de maio

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.