Prefeitura paga R$1,2 milhão para show de Gusttavo Lima

De acordo com o site G1, a verba teria sido desviada para a apresentação

0

Mais uma polêmica com o cachê de Gusttavo Lima! De acordo com a reportagem do site G1, neste sábado (28), o cantor teria recebido R$1,2 milhão para se apresentar em Conceição do Mato Dentro, na Região Central de Minas Gerais – que possui uma população de 17 mil habitantes.

Power Couple exibe detalhes da desistência de Baronesa e Rogério

O evento ’30ª Cavalgada do Jubileu do Senhor Bom Jesus Do Matozinhos’, que ocorrerá nos dias 17 a 23 de junho, contará com participações de outros artistas como Bruno e Marrone, por R$520 mil, além de Israel e Rodolffo por R$310 mil. No total, a Prefeitura já gastou mais de R$2 milhões de verba pública para a contratação dos músicos.

No caso de Gusttavo Lima, o contrato mais caro, está estipulado que a Prefeitura pague a hospedagem de 40 pessoas da equipe do cantor no melhor hotel da região. Além disso, eles é que se responsabilizarão por gastos diários de alimentação, fixados em R$4 mil, e transporte do artista e sua equipe.

Em nota, a Prefeitura garantiu que a contratação dos músicos foi feita “dentro da legalidade” e que a ideia é atrair turistas para o evento: “Fazendo assim com que a cidade receba de volta o investimento quase que na sua totalidade em geração de renda, seja no comércio local, nos meios de hospedagem, nos bares e restaurantes, postos de gasolina, padaria, aluguel de casas, locação de espaços públicos, dentre outros, impulsionando a diversificação da economia local”.

O município prevê o retorno de R$21 milhões com o investimento.

Zé Neto e Cristiano também já receberam alta quantia por show

Zé Neto e Cristiano repercutiram nas redes sociais, no começo de maio deste ano, após Zé alfinetar a cantora Anitta em discurso durante show em Sorriso, no Mato Grosso. Na ocasião, ele refutou que usaria a Lei Rouanet e fez pouco caso da tatuagem íntima da cantora, pontuando: “A gente não precisa fazer tatuagem no toba [para ter sucesso]”.

De acordo com o site Extra, não era exatamente verdade o fato de que o cachê da dupla “viria do povo”. Nesse mesmo show, a dupla sertaneja recebeu R$400 mil oriundos de recursos públicos para subir ao palco.

Parte do evento Exporriso, tradicional feira agropecuária de Sorriso, foi bancado pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico por meio de um contrato de inexigibilidade de licitação, ou seja, não houve concorrência para a definição de valores do serviço prestado.

A Nave Balada Produções Artísticas, empresa que representa Zé Neto e Cristiano, estipulou um preço para o cachê e a realização do show. A prefeitura, então, pagou a quantia determinada, estabelecendo que a apresentação fosse gratuita para o público. E não foi só isso! Em outubro deste ano, os dois devem receber R$ 550 mil da prefeitura de Extrema, em Minas Gerais, para apresentar um show na Festa do Peão de Boiadeiro.

 

Veja também: Ex-BBB Marcos Harter perde processo de R$750 mil contra a TV Globo

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.