Preço dos imóveis subiu. Veja como negociar taxas

0

Além da alta taxa de juros, existe mais uma dificuldade para quem quer comprar a casa própria: o preço dos imóveis cresceu muito. No último ano, o índice FipeZap+, que acompanha o preço de imóveis em mais de 50 cidades, mostrou uma alta de 5,29%, a maior em sete anos. Mesmo que tenha ficado abaixo da inflação de 2020, de 10,69%, o mesmo índice deve ficar acima do IPCA nesse ano.

Especialistas dizem que isso decorre da bagunça na economia internacional. Com a guerra na Ucrânia, as cadeias produtivas tiveram dificuldades de abastecer as matérias-primas da construção civil. Além disso, o grande número de vendas no ano passado fez com que a disponibilidade de imóveis caísse, o que faz o preço subir. Por isso, é hora de ficar atento ao preço da casa própria antes de ver as condições de financiamento.

Imóveis mais caros

Os imóveis estão cada vez mais caros no Brasil. Isso é o que mostra o índice FipeZap+. No ano passado, a maior alta de sete anos é resultado de um bom ano para o setor. Com mais vendas que lançamentos, o preço da casa própria ficou ainda mais alto, dado que há menos oferta desse produto no mercado. Dessa forma, o consumidor precisa lidar com mais um problema.

Isso porque além da alta dos preços, os financiamentos de imóveis também lidam com a alta taxa de juros no Brasil. A atual Selic, em 11,75%, prejudica as operações de crédito, deixando as parcelas mais altas e, com isso, não se adequa ao bolso de muita gente.

Por isso, na hora de comprar o seu imóvel, uma excelente ideia é tentar negociar o preço com o atual dono. Dessa forma, é possível chegar a um acordo onde você tenha um preço menor, ao passo que o vendedor consegue se desfazer da propriedade.

imóveis
Foto: Reprodução

Busque descontos em financiamentos

Além de tentar negociar o preço com o dono da casa desejada, uma excelente ideia é tentar negociar, com bancos ou financeiras, as melhores taxas para você contratar o financiamento. Com isso, você consegue ver mais opções de imóveis e, que sabe, gastar até um pouco a mais do que o planejado. Isso porque taxas menores podem adequar parcelas ao seu bolso.

Para isso, você precisa ter paciência. É importante conversar bastante com os consultores dessas instituições. Negociar as taxas de imóveis pode ser a parte mais trabalhosa de todo o processo. Além disso, é sempre uma excelente ideia analisar diferentes bancos e, com isso, juntar diversas propostas na mesa. Ainda, pedir propostas formais pode facilitar as suas negociações com os bancos, dado que você tem como comprovar a uma instituição que a outra opera com taxas menores.

Após achar a menor taxa, é importante que você seja rápido na aquisição e na contratação do financiamento. Isso porque a procura por imóveis está alta, além do fato de que as taxas combinadas não são válidas por muito tempo. Com isso, você chegará ao sonho da sua casa própria.

5/5 - (1 vote)

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.