Powell afirma que o Fed segue focado na recuperação de empregos

Presidente do banco central dos EUA também afirmou que vê a elevação da inflação do país como algo temporário

0

O presidente do Federal Reserve (Fed), banco central dos Estados Unidos, Jerome Powell, afirmou nesta quarta-feira (13) que o banco segue focando na recuperação do mercado de trabalho do país. A saber, ele afirmou que o Fed continuará oferecendo “apoio poderoso” à economia norte-americana “até que a recuperação esteja completa”.

As declarações ocorrem após a divulgação dos dados da inflação dos EUA em junho. Na véspera (13), o Departamento do Trabalho americano informou que a taxa inflacionária do país subiu 0,9% no mês, superando as expectativas de analistas (0,5%). Assim, elevou para 5,4% a variação acumulada nos últimos 12 meses.

Em resumo, os dados pegaram os mercados de surpresa, com investidores temendo a antecipação da alta dos juros nos EUA, bem como o encerramento dos estímulos praticados pelo Fed na economia dos EUA. No entanto, Powell afirmou que o Fed não modificará as ações realizadas até o momento, pelo menos não por enquanto.

Powell diz não ver necessidade para antecipar mudanças na política monetária

De acordo com Powell, a recente disparada na criação de empregos nos EUA é um indicativo da recuperação da economia americana. Contudo, “ainda há um longo caminho a percorrer”, segundo o presidente do Fed, em relação à inclusão de milhões de pessoas que ainda estão fora do mercado de trabalho no país.

Em suma, Powell voltou a afirmar que a elevação da inflação irá se “moderar” nos próximos meses. Lembrando que a inflação continua crescendo, como mostram os dados mais recentes do país. Por isso, segundo ele, não há necessidade para que uma política monetária pós-pandemia seja apressada no país.

Vale destacar que o presidente do Fed não citou, em momento algum, a variante Delta do novo coronavírus. A saber, esta cepa é mais contagiosa e agressiva, quando comparada às outras variantes. Aliás, a Organização Mundial da Saúde (OMS) afirmou nesta quarta que os casos e mortes provocados pela Covid-19 voltaram a subir após nove semanas de queda.

Por fim, a ausência de qualquer fala de Powell sobre a variante Delta acabou preocupando mais do que animando os mercados. Isso porque a pandemia ainda segue com um dos principais fatores que podem prejudicar a recuperação econômica do país no segundo semestre de 2021.

Leia Mais: Inflação desacelera para todas as faixas de renda em junho

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.