Polícia desarticula quadrilha especializada em aplicar golpe da casa própria no RJ

Segundo as investigações, para atrair as vítimas, os acusados anunciavam terrenos e imóveis com um preço bem abaixo do valor praticado no mercado

0

Uma quadrilha que se aproveitava do sonho de pessoas que queriam conseguir sua casa própria foi desarticulada nesta quarta-feira (15), no Rio de Janeiro. De acordo com a Polícia Civil, para dar veracidade no golpe, os bandidos chegaram a montar um escritório em Madureira, na Zona Norte da capital carioca.

Conforme as investigações, para atrair as vítimas, os acusados anunciavam terrenos e imóveis com um preço bem abaixo do valor praticado no mercado. Ao chegarem no escritório dos golpistas, as pessoas, após demonstrarem interesse no bem ofertado, transferiam uma quantia como “sinal” de intenção de compra. Todavia, os bandidos não entregavam os imóveis.

De acordo com a Polícia, no escritório do bando havia recepção, sala de espera, tudo feito para passar credibilidade. No cartão de visita, a Caixa Forte Soluções Imobiliárias dizia que parcelava a entrada, que tinha taxas reduzidas e correção anual pelo menor índice. Tudo isso, sem que fosse feita uma consulta no SPC e Serasa.

Prisão em flagrante da quadrilha

Até o momento, a Policia Civil revelou que prendeu três pessoas suspeitas de participarem da quadrilha. No momento em que os agentes da corporação chegaram no local, uma vítima estava no escritório, justamente reclamando que seu imóvel não havia sido entregue.

De acordo com essa pessoa, os golpistas disseram que iriam ligar em 15 dias para que ela assinasse os papéis do imóvel, depois de ela ter dado cerca de R$ 7 mil de entrada. Todavia, o tempo passou e ela não teve nenhum retorno. Ao tentar cancelar o contrato, os bandidos disseram que não teria como e por isso ela estava no local.

Polícia quer encontrar outras vítimas

Para Maurício Mendonça, delegado responsável pelo caso, o intuito agora é encontrar mais pessoas que tenha caído neste tipo de golpe. “O alerta para vítima é que procurem, na hora de adquirir um imóvel, instituições com alguma credibilidade”, começou.

“Ou alguma imobiliária já conhecida no seu bairro, ou o gerente da sua agência bancária. Mas desconfie quando a oferta de financiamento for muito facilitada e quando o preço estiver abaixo do preço de mercado”, alertou o delegado, que ainda disse que os suspeitos vão responder pelo crime de estelionato e associação criminosa.

Leia também: Paraguaios são presos suspeitos de levarem armas, munição e drogas para o RJ

Veja Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.