PM suspeita que morador de rua tenha morrido de frio em SP

No mês passado, um movimento já havia denunciado a morte dessas pessoas em situação de vulnerabilidade por conta do rigoroso frio na capital paulista

0

O frio que atingiu a cidade de São Paulo nesta segunda-feira (19) pode ter sido a razão da morte de um morador de rua, que teve seu corpo encontrado no começo da manhã nas imediações do Terminal Parque Dom Pedro II, no Centro de São Paulo.

De acordo com a Polícia Militar (PM), o homem, de identidade não revelada, foi encontrado por pessoas que passavam na região e chamaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para fazer o atendimento. Quando chegaram ao local, os profissionais constataram que o morador de rua estava morto.

morador de rua
No mês passado, um movimento já havia denunciado a morte dessas pessoas em situação de vulnerabilidade por conta do rigoroso frio na capital paulista. (Foto: reprodução)

Em nota, a PM afirmou que só a perícia poderá atestar o motivo da morte. Todavia, a principal linha de investigação leva a crer que o óbito tenha sido causado por conta da baixa temperatura que a cidade de São Paulo registrou nesta madrugada.

Números do Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE), uma rede de estações meteorológicas da Prefeitura de São Paulo, mostram que a capital paulista registrou, em média, 8ºC na manhã desta segunda (19). Todavia, algumas regiões observaram até 1ºC.

Mortos pelo frio

Caso confirmado, o caso do morador de rua que perdeu a vida por conta das baixas temperaturas não será um caso isolado. Isso porque, assim como publicou o Brasil123 no final de junho, o Movimento Estadual dos Moradores em Situação de Rua denunciou a morte dessas pessoas em situação de vulnerabilidade por conta do rigoroso frio na capital paulista.

De acordo com a prefeitura da cidade, devido o frio que vem atingindo a capital, a administração de São Paulo iniciou mais cedo o plano anual que acolhe moradores de rua em momentos de temperaturas anormais na região. Segundo a gestão municipal, o programa ‘Baixas Temperaturas 2021’ começou no final de abril e fica em vigor até 30 de setembro.

Dentre as principais iniciativas do projeto está a intensificação da abordagem a moradores de rua expostos ao frio e aos temporais sempre que a temperatura na cidade atingir o patamar igual ou inferior a 13ºC, ou sensação térmica equivalente.

Leia também: Mulher é jogada de carro e atropelada pelo marido em SP

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.