Pedido para suspensão de convenção do MDB é negado pelo presidente do TSE

O pedido de anulação foi feito pela ala do MDB encabeçada por Renan Calheiros, que defende o apoio a Lula no primeiro turno

0

Edson Fachin, presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), negou nesta terça-feira (26) o pedido para cancelar a convenção do MDB que marcará o anúncio da senadora Simone Tebet como representante da legenda nas eleições presidenciais deste ano. A solicitação foi feita na segunda-feira (25) por Hugo Wanderley, prefeito de Cacimbinhas, no Alagoas, e membro da sigla.

Assim como publicou o Brasil123, o prefeito, que é da ala do partido encabeçada pelo senador Renan Calheiro (MDB), que quer que o partido apoie o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) no primeiro turno, pediu o cancelamento da convenção porque a legenda anunciou que o ato será realizado de maneira virtual.

“O edital de convocação, ao prever a realização da reunião por meio da plataforma ‘Zoom’, reveste-se de grave irregularidade, notadamente relacionada à garantia do sigilo do voto, representando violação às disposições estatutárias do MDB”, disse o prefeito na ação.

Apesar da alegação, Edson Fachin afirmou em sua decisão que a realização da convenção, mesmo que de forma online, “contempla uma regra expressa que assegura o sigilo dos votos por meio de um sistema a ser utilizado para a realização da reunião”, ao contrário do que alegou o prefeito de Cacimbinhas na ação.

Além do ministro, quem também se pronunciou foi a defesa do MDB que atua em prol da realização da convenção. Integrantes desta área se reuniram com Edson Fachin e afirmaram que o partido contratou uma empresa que se responsabilizará pelo sigilo dos votos colhidos na convenção.

Não suficiente, o presidente do TSE destaca que o sistema oferece etapas de confirmação de quem vota, o que daria mais legitimidade à votação da convenção. “O partido encontrou uma solução de votação que possui mecanismos de segurança, como a confirmação por mensagem SMS e o registro de uma foto do parlamentar no momento do voto, a fim de evitar a votação indevida por terceiros”, destacou ele.

Com a negativa de Edson Fachin, a convenção está mais que confirmada para acontecer nesta quarta-feira (27) de forma online. De acordo com as informações, Simone Tebet e Baleia Rossi, presidente nacional do MDB, irão participar do evento diretamente da sede do partido, em Brasília, no Distrito Federal.

Leia também: Por falta de Lula e Bolsonaro, CNN Brasil cancela debate de presidenciáveis

5/5 - (1 vote)

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.