Moradores protestam após nome da mãe de Bolsonaro ser colocado em escola no Rio

A prefeitura da cidade havia prometido que a unidade iria levar o nome de Zilda Arns, falecida em 2010 durante um terremoto no Haiti.

0

Moradores de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, Rio de Janeiro, fizeram um protesto na sexta-feira (24). O motivo: o batismo de uma escola municipal com o nome da mãe do presidente Jair Bolsonaro, Olinda Bonturi Bolsonaro, que morreu em janeiro deste ano.

De acordo com informações do portal “UOL”, a prefeitura da cidade havia prometido que a unidade iria levar o nome de Zilda Arns, fundadora e coordenadora internacional da Pastoral da Criança, falecida em 2010 durante um terremoto no Haiti.

No entanto, os planos mudaram, em uma decisão que não foi bem recebida por professores, lideranças da Igreja Católica e integrantes dos movimentos sociais de Caxias. “A promessa era de que a nova escola receberia o nome de Zilda Arns, mas a prefeitura mudou e colocou o nome da mãe de Bolsonaro”, criticou Renata Róseo, integrante da direção do Sindicato Estadual dos Profissionais da Educação (Sepe) em Caxias.

“Essa mudança vai contra o que foi acertado com a comunidade, é uma afronta e uma propaganda eleitoral por tabela, já que o presidente é candidato à reeleição”, completou a mulher, dizendo ainda que Olinda Bolsonaro não tem nenhuma ligação com a cidade, enquanto Zilda Arns teve no local uma destacada atuação no combate à pobreza.

escola olinda bonturi bolsonaro
A prefeitura da cidade havia prometido que a escola iria levar o nome de Zilda Arns, falecida em 2010 durante um terremoto no Haiti. (Foto: reprodução)

Ainda conforme o portal, várias manifestações foram realizadas contra a mudança do nome durante a semana e uma outra, com a presença de professores, pais de alunos e estudantes, está marcada para acontecer no próximo dia0 5 de julho.

A Escola Municipal Zilda Arns já existia e funcionava em um prédio antigo que acabou sendo fechado há algum tempo por problemas de infraestrutura. Por conta disso, os alunos foram transferidos e uma outra unidade, a que tem o nome da mãe de Bolsonaro, foi construída.

Caso seja confirmado o nome, essa será a segunda homenagem à família Bolsonaro na cidade. Isso porque uma outra escola estadual leva o nome do pai do presidente, Percy Geraldo Bolsonaro.

Leia também: Advogado de Bolsonaro, Wassef diz que ‘Milton Ribeiro está usando o nome do presidente’

Avalie o Artigo:
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.