Incêndio atinge hotel em Salvador e pessoas precisam ser socorridas

Cerca de 70 pessoas estavam hospedadas no hotel, mas ainda não se sabe quantos funcionários estavam no local na hora do incêndio

0

Um hotel em Salvador, na Bahia, foi parcialmente atingido por um incêndio na madrugada deste sábado (24). De acordo com o Corpo de Bombeiros, pelo menos seis pessoas, entre elas uma gestante, precisaram receber atendimento no local.

Em nota, a corporação revelou que as chamas tiveram início por volta de 1h. O fogo atingiu o escritório e um depósito do hotel, que ficam no segundo pavimento.

Ainda conforme o Corpo de Bombeiros, além dos agentes da entidade, equipes da Salvar e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) também foram acionadas para prestar socorro às vítimas, que não sofreram ferimentos graves.

Ao todo, cerca de 70 pessoas estavam hospedadas no hotel. Todavia, ainda não se sabe quantos funcionários estavam no local na hora do incêndio.

Em entrevista ao portal “G1”, a advogada Mirela Oliveira de Lima, que mora ao lado do estabelecimento, contou que escutou pessoas gritando e correndo, saindo do hotel e atravessando a pista para ficar mais perto do mar.

“Antes das 2h, meu marido sentiu um cheiro forte de queimado e nós percebemos que não era dentro do nosso apartamento. Fomos até a varanda e ele notou que no hotel estava saindo uma fumaça”, contou ela, que ainda explicou que, ao notar a fumaça densa, ligou para o Corpo de Bombeiros.

Em outro momento, a advogada conta que a fumaça se espalhou rapidamente. “Com o vento forte, a fumaça foi dissipada e em seguida surgiram as labaredas de fogo, altíssimas. Não dava nem para ver a fachada do hotel”, detalhou.

Cerca de 70 pessoas estavam hospedadas no hotel, mas ainda não se sabe quantos funcionários estavam no local na hora do incêndio.
Cerca de 70 pessoas estavam hospedadas no hotel, mas ainda não se sabe quantos funcionários estavam no local na hora do incêndio. (Foto: reprodução)

Perícia no hotel 

Depois que o fogo foi controlado, a Defesa Civil de Salvador esteve no local ainda na madrugada, fez uma análise da estrutura e interditou o estabelecimento.

Segundo o órgão, uma nova visita foi realizada na manhã deste sábado (24) e constatou que houve o desabamento de parte da cobertura, no segundo e último andar, comprometendo as instalações elétricas e infiltrações.

Agora, uma perícia deve ser realizada para determinar as causas do incêndio. Até o momento, não existe suspeitas sobre o que teria provocado as chamas.

Leia também: Juiz morre após sofrer descarga elétrica enquanto jogava tênis em SP

Veja Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.