Imposto de Renda 2022: Passo a passo para fazer uma declaração simples

Lembrando que o prazo para o envio da declaração do Imposto de Renda 2022 vai até 31 de maio

0

Para os contribuintes que se sentem um pouco perdidos em relação a como fazer a Declaração do Imposto de Renda, saiba que existe um passo a passo simples que pode descomplicar a sua vida.

O prazo para o envio da declaração neste ano de 2022, referente ao IR do ano-base 2021, foi prorrogado para 31 de maio, de acordo com a Instrução Normativa nº 2.077, publicada pelo Diário Oficial da União.

Segundo informado pelo portal de notícias G1, a Receita Federal estima que deve receber 34,1 milhões de declarações neste ano.

Declaração simples, sem dependentes: Veja como fazer

Para realizar uma declaração simples, que não requer dependentes, siga o passo a passo:

Baixe o programa

Primeiramente, deve-se baixar e instalar o programa da Receita Federal. Para isso, clique aqui e siga as orientações que estão no site.

Documentação

Separe os documentos, referentes ao ano-base 2021:

  • Informes de rendimentos da empresa que trabalha;
  • Informes de rendimentos de instituições financeiras;
  • Informes de outras rendas.

Declaração do IR

Abra o programa instalado do IR 2022. Clique na aba “nova” e em seguida selecione a opção “Declaração de ajuste anual”.

Se a declaração do ano passado estiver no mesmo computador, pode clicar em “Iniciar Importando Declaração de 2021”. Caso contrário, selecione “Iniciar Declaração em Branco”.

Dados cadastrais

Preencha os dados pessoais solicitados em “Identificação do Contribuinte”.

Logo, selecione “Declaração de Ajuste Anual Original”, para uma nova declaração. Ou selecione “Declaração Retificadora”, caso deseje alterar uma que já foi enviada no mesmo ano.

Rendimentos

Todas as informações das fontes pagadoras e instituições financeiras devem ser declaradas. Deve ter em mãos os informes de rendimentos da empresa que trabalha e das instituições financeiras que possui vínculo.

Na opção “Rendimentos tributáveis recebidos de PJ pelo Titular” você deve preencher todos os valores referentes aos informes do ano de 2021.

Rendimentos não tributáveis como ganhos com a conta poupança, bolsas de estudo, devem ser preenchidos em outra ficha.

Os rendimentos de aplicações financeiras e participação dos lucros, devem ser preenchidos em “Rendimentos sujeitos à tributação exclusiva”.

Bens e direitos

Na ficha “Bens e Direitos” devem ser preenchidos os valores em conta corrente, imóveis e veículos.

Pagamentos efetuados

Na ficha de “Pagamentos Efetuados” o contribuinte deve preencher as despesas dedutíveis que podem ser comprovadas como pagamentos com saúde e educação. Lembre-se: o CNPJ ou CPF, da empresa ou do profissional, também devem ser preenchidos.

Verifique pendências

O botão “Verificar Pendências” alertará o contribuinte sobre alguma informação que não foi preenchida.

Completa ou Simplificada

Este é o passo em que o programa escolhe para o contribuinte a opção mais vantajosa de restituição. Há o modelo de deduções legais, que também é conhecido como completo, e o modelo de desconto simplificado.

Conta para restituição

Os contribuintes que têm direito à restituição, o próprio programa pedirá que informe a conta corrente, banco e agência para que seja feito o depósito.

Os cidadãos que tiverem impostos a pagar, poderão optar por parcelamento em 8 quotas.

Entregar

Após uma conferência, estando tudo certo, basta clicar em “Entregar Declaração”. A opção fica localizada no canto inferior, à esquerda, da tela. A declaração será salva automaticamente.

Será aberta uma janela solicitando que o contribuinte selecione a declaração e confirme o envio clicando em “OK”.

Pronto! Sua situação com o fisco foi finalizada.

 

Veja também: Escala de trabalho: Saiba o que é e quais são os principais modelos permitidos por lei

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.