Homem morre após cair em vão entre trem e a plataforma no Rio

Testemunhas detalharam que o passageiro estava com várias sacolas e, em dado momento, teria se desequilibrado e caído no vão

0

Um homem morreu após cair no vão entre o trem e uma plataforma na estação Mangueira, na Zona Norte do Rio, na linha sentido Santa Cruz, na manhã desta terça-feira (06). De acordo com as informações, a estação Mangueira é uma das possíveis saídas para quem desembarca na estação Maracanã.

Em nota, o Corpo de Bombeiros revelou que agentes do quartel de Vila Isabel foram acionados para tentar fazer o resgate da vítima, todavia, o óbito do passageiro foi constatado por volta das 7h.

Aos agentes, testemunhas detalharam que o passageiro estava com várias sacolas e, em dado momento, teria se desequilibrado e caído no vão. No Twitter, a Supervia, que é quem administra a área, informou que está apurando a dinâmica do acidente.

trem
Testemunhas detalharam que o passageiro estava com várias sacolas e, em dado momento, teria se desequilibrado e caído no vão. (Foto: reprodução)

Também conforme a Supervia, por conta do acidente, os trens do ramal Santa Cruz circulavam, até o começo da manhã, nos dois sentidos por uma linha só e, por isso, tiveram que aguardar a ordem de circulação.

Por fim, a concessionária também ressaltou que na plataforma onde aconteceu o acidente não há embarque ou desembarque de passageiros e o trem não fez parada no local. A circulação de trens nessa linha também estava interrompida durante a manhã.

Outro acidente 

Outro acidente, mas agora sem mortes no Rio de Janeiro, aconteceu na estação Parque Esperança, no eixo da Cesário de Melo, no corredor Transoeste. Por lá, um incêndio foi registrado e o Corpo de Bombeiros precisou ser acionado para controlar as chamas.

De acordo com a Prefeitura do Rio, o caso aconteceu no final da noite de segunda-feira (05) após uma pessoa em situação de rua teria usado fogo para esquentar comida e deixou o local assim que as chamas se espalharam.

Por fim, o consórcio BRT revelou que a estimativa é de que o prejuízo tenha sido em torno de R$ 250 mil. A estação está inativa desde 2018 devido a vandalismo e violência.
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.