Governo vai manter o auxílio emergencial se a pandemia continuar; afirma Bolsonaro

Acompanhe a recente declaração do presidente Bolsonaro

0

Nesta sexta-feira (30), em entrevista concedida para a Rádio 89 FM de São Paulo (SP), o presidente da República, Jair Bolsonaro, afirmou que, se a pandemia permanecer, o governo federal planeja manter o auxílio emergencial para a população.

“A gente espera que, com a vacina e com a questão da pandemia sendo dissipada, não seja mais preciso isso [auxílio emergencial] mas, se porventura continuar, nós manteremos o auxílio emergencial”, declarou o presidente.

Governo vai manter o auxílio emergencial se a pandemia continuar; afirma Bolsonaro
Governo vai manter o auxílio emergencial se a pandemia continuar; afirma Bolsonaro

Calendário de vacinação e o auxílio emergencial

Esse posicionamento veio diante de um contexto em que primeiramente o presidente foi questionado sobre quando acredita que a vacinação no país estará completa.

Sendo assim, Bolsonaro mencionou que a programação está sendo bem executada e que a expectativa é que em novembro, no máximo, todos estejam vacinados.

Nesse sentido, quando questionado se o auxílio emergencial permanece em 2022, o presidente relembrou que auxílio emergencial visou, no ano passado, atender as pessoas conhecidas como informais, as mais prejudicadas com as políticas de isolamento social.

Ainda mais, disse que somente no ano passado, foram em torno de R$ 300 bilhões com o programa do auxílio emergencial, tendo mais parcelas na rodada de 2021 e reforçou que diante do calendário de vacinação, a expectativa é que a pandemia seja dissipada, mas que se porventura continuar, o auxílio emergencial será mantido.

Prorrogação do auxílio emergencial 2021

Vale lembrar que o benefício neste ano contemplava inicialmente o pagamento de 4 parcelas, e foi divulgada a prorrogação do programa com mais 3 parcelas, cujos pagamentos ocorrerão em agosto, setembro e outubro, porém, ainda sem calendário oficial definido.

Além disso, a regra para o valor das parcelas será mantida a mesma dos ciclos anteriores do auxílio emergencial 2021. Sendo assim, o valor de R$ 150 vai para as famílias com um único integrante; R$ 250 para casais e famílias com duas ou mais pessoas; e R$ 375 para famílias onde as mulheres sustentam sozinhas o lar.

Leia também: Sai em agosto o PAGAMENTO do lucro do FGTS; entenda

Veja Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.