Governo analisa auxílio de R$ 400 para caminhoneiros; veja detalhes

Medida vem sendo estudada pelo governo

0

O Governo Federal estuda a possibilidade de liberação de um auxílio de até R$ 400 para os caminhoneiros do país. A saber, o intuito é minimizar a pressão do aumento do diesel para a categoria, e inclusive com o objetivo de tentar evitar uma nova greve como a que ocorreu em 2018, deixando diversos estados brasileiros desabastecidos de combustível e outros produtos.

Para tanto, o Ministério da Economia avalia a necessidade de investimento em cerca de R$ 1,5 bilhão para viabilizar os repasses do auxílio que vem sendo chamado de “bolsa caminhoneiro”.

No entanto, a medida precisa ser aprovada pelo Congresso Nacional antes de ser implementada.

Bolsa Caminhoneiro
Imagem: Reprodução

Auxílio de R$ 400 para caminhoneiros

Caso a medida seja efetivada, os caminhoneiros receberão cerca de R$ 400 por mês, com mecanismo similar ao dos beneficiários do Programa Auxílio Brasil.

Fica, portanto, a expectativa por uma Medida Provisória (MP) que autorize os pagamentos.

Contudo, é preciso cautela, uma vez que o tema ainda está no patamar dos estudos e discussões, ou seja, ainda não há nada definitivo que confirme o repasse dos valores aos caminhoneiros.

Aumentos constantes

Os sucessivos aumentos nos preços do diesel têm deixado os caminhoneiros descontentes com o governo. Diante desse cenário é que se cogita a possibilidade de uma nova greve.

Vale destacar que o valor desse eventual auxílio para os caminhoneiros precisa ser acomodado dentro do Orçamento e dentro das regras fiscais do Brasil: a lei de responsabilidade fiscal e também a regra do teto de gastos.

Uma das possibilidades é que a bolsa caminhoneiro seja aprovada como parte do projeto que estabelece o limite do Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre combustíveis, energia elétrica e telecomunicações.

Leia ainda: Restituição Imposto de Renda: Pagamento do 1º lote começa hoje; confira se está incluído

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.