Entenda o que é CBDC e qual seu papel no futuro da economia

0

A Moeda Digital do Banco Central (CBDC) é a última palavra da moda no mundo dos ativos digitais hoje. De acordo com uma pesquisa de 2021 conduzida pelo Bank of International Settlements (BIS), 86% dos Bancos Centrais estavam pesquisando o potencial dos CBDCs, 60% estavam experimentando a tecnologia e 14% estavam lançando projetos-piloto.

Mas afinal, o que são os CBDCs?

O que é CBDC?

CBDC refere-se à forma digital da moeda com curso legal de um país, emitida pelo Banco Central. Em outras palavras, trata-se de uma forma eletrônica de moeda do BC, que pode ser utilizada pela população e pelas empresas, atendendo uma ampla gama de usos potenciais para armazenar valor e fazer pagamentos.

Como funciona?

As transações são registradas em um livro-razão central e o Banco Central mantém controle total sobre o excesso de oferta. Desse modo, um banco de dados central, controlado pelo BC emite a moeda e fornece a cada “e-dólar” ou “e-yuan” um número de série exclusivo para identificá-lo. Normalmente, os BCs também irão atrelar a moeda eletrônica à sua moeda nacional existente.

Benefícios do CBDC

As moedas digitais do Banco Central (CBDCs) podem alterar significativamente os serviços financeiros, facilitando a acessibilidade, bem como o uso da moeda fiduciária. Os principais benefícios dos CBDCs são:

  • Monitoramento e análise em tempo real de todas as finanças do Banco Central;

  • Melhora da eficiência dos sistemas de Banco Central;

  • Transações mais rápidas e fáceis através de aplicativos móveis;

  • Redução dos custos de serviços financeiros através da limitação de impressão de notas e eliminação da distribuição física de dinheiro.

Além disso, em comparação com as criptomoedas, os CBDCs podem ser mais amplamente aceitos pela população em geral porque estão sujeitos a regulamentações legais e governamentais.

CBDC vs Bitcoin

Como uma forma digital de moeda com curso legal, o CBDC pode ser semelhante a sua contraparte descentralizada, o Bitcoin. No entanto, existem diferenças técnicas entre os dois. Embora a Tecnologia de Razão Distribuída (DLT) forma a base do CBDC e do Bitcoin, as identidades permitidas tornam as primeiras diferentes. O blockchain livre de permissão do Bitcoin permite que qualquer usuário opere o software e execute transações, enquanto o método de permissão do CBDC ocorre da seguinte forma:

  1. No caso do CBDC, o DLT contém várias cópias dos registros financeiros das transações, não apenas um banco de dados central;

  2. Cada cópia do razão é gerenciada e armazenada por uma entidade financeira diferente, sendo controlada pelo Banco Central do país. Sendo assim, essas entidades compartilham DLT de maneira distribuída;

  3. A autoridade monetária central controla o acesso ao blockchain por registros financeiros, que só podem ser acessados ​​ou alterados posteriormente, apenas por indivíduos selecionados.

Conclusão

Hoje, o CBDC compartilha características comuns com moedas e criptomoedas. No entanto, suas características comuns com criptomoedas, ou seja, tokens e descentralização, podem trazer os maiores benefícios para a regulamentação e conformidade financeira. O CBDC pode anunciar uma nova era, oferecendo uma nova forma de dinheiro do Banco Central e uma mudança de paradigma na infraestrutura de pagamentos. Além disso, haveria uma conformidade aprimorada por maior transparência, mas ao custo de maior vigilância.  Em suma, não há dúvida de que este é um campo futuro muito empolgante.

5/5 - (1 vote)

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.