Deputados do PT querem que PGR investigue Bolsonaro por ele ter perguntado se apoiador negro pesava ‘mais de 7 arrobas’

A fala de Bolsonaro foi proferida ao seu apoiador conhecido como Serjão Oliveira, presidente da Câmara Municipal de Holambra, no interior de São Paulo

0

A deputada federal Gleisi Hoffmann (PT), presidente do partido, e o também parlamentar Paulo Teixeira (PT), enviaram nesta sexta-feira (13) uma notícia crime à Procuradoria-Geral da República (PGR) contra o presidente Jair Bolsonaro (PL).

A ação acontece por conta de um episódio protagonizado na quinta-feira (12) pelo chefe do Executivo, que perguntou para um apoiador se ele pesava “mais de 7 arrobas”. Na notícia crime, o PT alegou que Bolsonaro praticou ato discriminatório. Isso porque a medida de arrobas é geralmente usada para tratar do peso de animais.

No ano de 2018, o presidente foi denunciado pela PGR por ter supostamente cometido o crime de racismo ao proferir uma frase semelhante. No entanto, em setembro daquele mesmo ano, ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) rejeitaram a denúncia e o caso acabou sendo arquivado.

“No caso presente, como já suscitado, o noticiado [Bolsonaro] utilizou, mais uma vez, a unidade de medida ‘arroba’ — usualmente presente no comércio de boi de corte, no matadouro ou nos frigoríficos — para se referir a uma pessoa negra”, afirmaram os deputados.

Ainda no documento, os parlamentares petistas ressaltaram que a atitude de Bolsonaro foi tomada mesmo com ele estando “ciente de que a mesma conduta já foi identificada como discriminatória” pela PGR anteriormente.

bolsonaro
Bolsonaro e seu apoiador conhecido como Serjão Oliveira. (Foto: reprodução)

Conversa de Bolsonaro com apoiador

A fala de Bolsonaro foi proferida ao seu apoiador conhecido como Serjão Oliveira (PTB), que é presidente da Câmara Municipal de Holambra, no interior de São Paulo. Em um vídeo que circula pelas redes sociais, é possível ver os dois, presidente e apoiador, conversando.

Em dado momento da conversa, Bolsonaro faz uma pergunta para Serjão Oliveira. “Tu pesa quanto? Mais de sete arrobas, né?”, questiona rindo o presidente. Na sequência, o chefe do Executivo menciona o processo instaurado contra ele em 2018: “Sabia que já eu fui processado por isso? Chamei um cara de oito arrobas”, diz o presidente.

Leia também: Bolsonaro diz que vai à Justiça para obrigar Petrobras reduzir combustíveis

5/5 - (1 vote)

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.