Contratação de pessoas entre 40 e 50 anos dispara 217,5% no semestre

Levantamento da Gupy revela que 10% dos contratados mensais no primeiro semestre, através da plataforma, tinham entre 40 e 50 anos

0

A plataforma de tecnologia para recursos humanos Gupy divulgou na última sexta-feira (3) que as contratações de profissionais com idade entre 40 e 50 anos disparou 217,48% no primeiro semestre. A saber, esse número se refere à média de contratados mensalmente nos seis primeiros meses de 2021 na comparação com o mesmo período de 2020.

Em resumo, 10% dos contratados mensais no primeiro semestre através da plataforma tinham entre 40 e 50 anos. No período, a Gupy informou que houve cerca de 60 mil vagas anunciadas por mês no semestre. Aliás, os setores que mais geraram empregos foram: serviços (16,68%), varejo (16,10%), saúde (15,06%), telecomunicações (8,87%), atacado (6,77%) e tecnologia da informação (4,74%).

A Gupy também ressaltou a disparada de 658,62% nas contratações de profissionais desta faixa etária no setor de educação. Em seguida, ficaram: saúde (479,90%), siderúrgica (448,48%), indústria em geral (351,08%) e logística (350,50%). Também tiveram avanços expressivos no semestre: serviços (238,37%), telecomunicações (226,23%), tecnologia da informação (176,95%) e varejo (166,49%).

Veja mais detalhes do levantamento da Gupy

De acordo com o levantamento da Gupy, a área de atuação que contratou mais profissionais entre 40 e 50 anos foi a de operações, que respondeu por 30,14% do total no semestre. Na sequência, ficaram serviço ao cliente (17,74%), tecnologia (12,17%), comercial (11,32%) e finanças e administração (9,48%).

Além disso, a Gupy revelou que as contratações em contabilidade ou controladoria saltaram impressionantes 1.261,54% na comparação com 2020. O levantamento também destacou as seguintes áreas: jurídico (690%), marketing & comunicação (600%), recursos humanos (478,26%) e operações (477,16%).

Segundo a CEO e cofundadora da Gupy, Mariana Dias, a área de tecnologia tende a contratar mais jovens. No entanto, ela ressalta que as empresas precisam de líderes seniores. Assim, há uma troca de conhecimentos e experiências entre as gerações, beneficiando as empresas.

“Podemos observar este mesmo cenário nas áreas que tiveram um maior crescimento nas contratações de profissionais nesta faixa etária em comparação com o ano passado, como Jurídico, Contabilidade e Recursos Humanos, pois são áreas que ganharam uma relevância ainda maior dentro das empresas desde o início da pandemia”, explicou a executiva.

Leia Mais: Preço médio do gás de cozinha tem leve queda na semana, diz ANP

Veja Também:

Está "bombando" na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.