Alimentos ricos em zinco e vitaminas A ajudam a aumentar a testosterona

Hormônio é responsável pelo desenvolvimento de características predominantemente masculinas

0
Unsplash

Aumentar a testosterona de forma natural é possível, já que alguns alimentos fornecem nutrientes essenciais que favorecem esse hormônio, responsável pelo desenvolvimento de características masculinas.

Vale lembrar, que nem só os homens têm interesse no aumento da testosterona, já que esse hormônio também está presente no corpo feminino, porém em quantidade menor, inclusive melhora a performance muscular e maturação dos ossos.

Já para os homens, além daquela ajudinha na hora de ganhar músculos, a testosterona também interfere na fertilidade masculina, sendo fundamental no processo de produção e amadurecimento dos espermatozoides.

Diante de tantos benefícios, muitos indivíduos acabam recorrendo à reposição hormonal, entretanto, esta estratégia é apenas indicada em casos de baixo nível no organismo e sob indicação médica.

Ademais, aliar uma boa alimentação com descanso adequado pode ser a alternativa mais viável para garantir esse aumento de forma segura e natural.

Alimentos que ajudam a aumentar a testosterona

Alimentos ricos em zinco e vitaminas A e D são os mais indicados para melhorar os níveis de testosterona no organismo.

Dentre eles vale a pena apostar em:

  • Fontes de Zinco: Ostras, fígado, feijão, castanha ou sementes de girassol.
  • Fontes de Vitamina A: Manga, espinafres, tomate ou óleo de peixe.
  • Fontes de Vitamina D: Salmão, sardinhas ou ovo.

Além desses alimentos, também é indicado beber um mililitro de água por cada quilocaloria, a fim de manter não só a testosterona como os outros hormônios do organismo equilibrados.

Leia também: Mistura de café com proteína vira febre entre praticantes de musculação

Outros fatores que ajudam a aumentar a testosterona

Apesar de a alimentação ser prevalente no quesito aumento da testosterona, outros fatores também podem ajudar a melhorar o nível desse hormônio no corpo.

1. Descanso

Uma boa noite de sono também é fundamental quando o assunto é testosterona. Isso porque é durante o sono que o hormônio será produzido, assim como o cortisol, que atrapalha esse processo será diminuído.

O ideal é garantir pelo menos 6 horas de sono sem interrupções.

Visto que a maioria das pessoas apresentam dificuldades para ter um sono tranquilo, investir em algumas medidas de higiene do sono pode ser a solução.

2. Praticar atividades físicas

Geralmente quem está em busca de mais testosterona já pratica alguma atividade física e saiba que isso é uma excelente forma de aumentar o hormônio naturalmente.

Treinos como o de musculação, por exemplo, podem até dobrar os níveis de testosterona no organismo.

Outra vantagem é que a prática, além de beneficiar a produção hormonal em longo prazo, melhora a composição corporal e reduz a resistência à insulina.

3. Suplementos

Sim, os suplementos assim como a alimentação natural também podem ajudar a elevar a testosterona, entretanto para o uso dessas substâncias é imprescindível uma indicação médica ou de um nutricionista.

Os suplementos mais usados para este propósito são Pro Testosterone, Provacyl e Testex.

Lembrando que os sinais de que a testosterona está baixa no organismo incluem diminuição do desejo sexual, cansaço frequente, depressão, diminuição da massa muscular, perda de pelos e fragilidade nos ossos. Nesses casos buscar ajuda médica é essencial para garantir o nível de hormônio adequado no organismo.

Veja Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.