Consumo de café dispara no país com frio trazido pelo inverno

Queda da temperatura no país impulsiona, em média, 30% do consumo de café; comerciantes afirmam aumento de busca por novos sabores e aromas

0

Quando o inverno chega ao Brasil, o consumo de café tende a crescer. E neste ano não foi diferente. É claro que, por ter dimensões continentais, nem todas as regiões do país sofrem queda em suas temperaturas. Mas nem mesmo o calor é um impeditivo para tomar café. E os brasileiros adoram esse grão.

De acordo com a Associação Brasileira da Indústria de Café (Abic), o consumo do café cresce, normalmente, 30% nessa época do ano. Isso até poderia mudar em 2021 por causa da pandemia da Covid-19, mas o aumento da permanência em casa fez justamente o contrário, impulsionando o grão.

As pessoas, dentro de casa, começaram a consumir mais café e começaram também a ter condição de experimentar novos sabores, novos aromas e se informar. Em termos de procura por selos diferenciados, nós crescemos, nos últimos cinco anos, por volta de 48%, mas no último ano crescemos mais de 10%”, explicou o diretor-executivo da Abic, Celírio Inácio.

Cafeterias vêm apostando no delivery para impulsionar consumo

Esse resultado não é reflexo apenas da chegada do inverno. Todos sabemos que a pandemia afetou negativamente todo o mundo, provocando a perda de emprego e renda de milhões de pessoas. Por isso, diversas cafeterias precisaram se inovar para conseguir driblar as dificuldades trazidas pela crise sanitária.

Em resumo, muitos estabelecimentos começaram a apostar no delivery de produtos e venda de bebidas para viagem. Como o distanciamento social vem sendo incentivado desde o início da pandemia, muita gente deixou de frequentar bares e restaurantes. Em vez disso, começaram a pedir os produtos em casa.

As cafeterias viram uma oportunidade de superar os desafios da pandemia e até mesmo de expandirem seus lucros. Essa mudança fez o delivery de produtos deixar de ser visto como algo opcional. E, como a crise sanitária não chegou ao fim, muitos ainda apostam na entrega dos seus produtos. Agora, com o inverno, muitos comerciantes acabaram ainda mais beneficiados, e o consumo do café segue forte no país.

Leia Mais: Mercado irregular de combustível gera perda de R$ 26 bilhões ao ano

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.