Consulta Auxílio Brasil: Como saber se fui incluído para receber o benefício? Veja aqui

Confira as últimas informações sobre a ampliação do programa social

0

Procurando informações sobre a consulta Auxílio Brasil?  É que diante do anúncio do governo federal de que neste mês de janeiro o Programa Auxílio Brasil será ampliado, os brasileiros ficaram em alerta para saber se foram ou não enquadrados aos novos pagamentos.

A saber, o Ministério da Cidadania informou por meio de nota, que zerou a fila de espera de 2021 para o programa social, incluindo cerca de 2,7 milhões de famílias na competência de dezembro, que será paga agora em janeiro.

Se você quer saber se está incluído nessas 2,7 milhões de novas pessoas inseridas no programa, siga a leitura para ter informações de como ir atrás dessa confirmação.

Consulta Auxílio Brasil: Como saber se fui incluído para receber o benefício? Veja aqui
Consulta Auxílio Brasil: Como saber se fui incluído para receber o benefício? – Imagem: Brasil 123

Alcance de 17 milhões de famílias

Caso seja confirmado esse aumento no número de pessoas enquadradas no Auxílio Brasil, o programa terá o alcance de cerca de 17 milhões de famílias.

“O Auxílio Brasil alcança mais de 17 milhões de famílias, o maior patamar de atendimento da história dos programas permanentes de transferência de renda do governo federal. A ação demonstra o compromisso desta gestão em garantir e ampliar continuamente o atendimento nas ações de proteção social para os cidadãos mais vulneráveis”, transmite a nota do Ministério da Cidadania.

Consulta Auxílio Brasil

Para consultar se o seu nome está entre aqueles que serão inseridos no programa a partir deste mês, baixe o aplicativo do Auxílio Brasil ou o aplicativo Caixa Tem.

A consulta é realizada com o Número de Identificação Social (NIS) e o CPF do responsável pela família.

A Caixa Econômica Federal coloca a central Atendimento CAIXA Auxílio Brasil à disposição pelo telefone 111.

Clique aqui para ter orientações sobre o acesso ao aplicativo Auxílio Brasil.

Clique aqui para ter orientações sobre o acesso ao aplicativo Caixa Tem.

Auxílio Brasil de R$ 400

Vale lembrar que em dezembro o programa começou a repassar o valor mínimo de R$ 400. O montante desta segunda parcela chegou a R$ 5,9 bilhões.

Agora em janeiro, esse valor turbinado segue garantido para as famílias beneficiárias e os pagamentos serão efetivados entre os dias 18 e 31, de acordo com o dígito final do Número de Identificação Social (NIS), impresso no cartão de cada titular.

  • NIS de final 1 – 18 de janeiro;
  • NIS de final 2 – 19 de janeiro;
  • NIS de final 3 – 20 de janeiro;
  • NIS de final 4 – 21 de janeiro;
  • NIS de final 5 – 24 de janeiro;
  • NIS de final 6 – 25 de janeiro;
  • NIS de final 7 – 26 de janeiro;
  • NIS de final 8 – 27 de janeiro;
  • NIS de final 9 – 28 de janeiro;
  • NIS de final 0 – 31 de janeiro.

Novos beneficiários para o programa social

O Ministério da Cidadania destaca que a inclusão de famílias no Auxílio Brasil não ocorre de forma automática. Isso porque o ingresso depende que haja disponibilidade de orçamento para o governo pagar o benefício a um público maior.

Ainda mais, a pasta ressalta que o processo de ingresso e permanência das famílias no programa ocorre a partir da inscrição no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico). No entanto, faz um alerta:

“Importante lembrar que essa inscrição não resulta no imediato repasse de recursos. Segundo a legislação em vigor, a concessão do benefício está condicionada à disponibilidade orçamentária”, afirmou em nota.

Confira também: Auxílio Emergencial: Governo recupera 12% dos pagamentos indevidos

5/5 - (2 votes)
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.