Casa Verde Amarela: governo aumenta subsídio do programa

Decisão visa facilitar aquisição da casa própria pelas famílias de baixa renda do país; aumento percentual do subsídio varia de 12,5% a 21,4%

1

O governo federal, por meio do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), elevou o subsídio para financiamento de imóveis do Programa Casa Verde Amarela. A saber, os valores percentuais terão aumento entre 12,5% e 21,4% para as famílias de baixa renda do país.

De acordo com o MDR, o acréscimo do subsídio varia de acordo com os seguintes critérios:

  • Região;
  • Renda familiar;
  • População do município.

Isso quer dizer que o aumento do valor será diferente para as famílias do país. Seja como for, a decisão visa facilitar a aquisição da casa própria pelas pessoas de baixa renda. Além disso, a medida também tem o objetivo de aumentar o número de moradias entregues pelo programa.

“Uma família de São Paulo com renda mensal média bruta de R$ 1,8 mil, por exemplo, terá o subsídio médio ajustado de R$ 38,1 mil para R$ 42,9 mil. Já para uma família de João Pessoa (PB) com renda mensal média bruta de R$ 1,8 mil, o subsídio médio passará de R$ 29,9 mil para R$ 34 mil”, explicou o ministério, em nota.

A decisão entre em vigor no início de junho e seguirá até 31 de dezembro deste ano.

Veja dados do programa Casa Verde Amarela

Segundo o MDR, o programa já entregou mais de 100 mil unidades habitacionais entre janeiro e abril de 2022. Embora o número seja bastante expressivo, o governo espera que haja a contratação de 400 mil unidades no decorrer deste ano.

Vale destacar que cerca de 350 mil famílias se beneficiaram do programa Casa Verde Amarela em 2021. Isso aconteceu através de financiamento com recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

“A alteração no subsídio deve ser imediatamente implementada pelo principal agente financeiro, a Caixa Econômica Federal”, disse o ministério ao garantir que a medida “não implicará mudanças no orçamento de descontos aprovado pelo Conselho Curador do FGTS, correspondente a R$ 8,5 bilhões em 2022″, disse o MDR.

Leia Também: Inflação da construção sobe em maio; veja os motivos da alta

4.5/5 - (2 votes)

Sucesso na Internet:

1 comentário
  1. Francyneuza Diz

    Eu sou cadastrada na casa minha vida eu moro de aluguel eu tenho dois filhos eu não trabalho tenho 62 anos

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.