Calendário da 5ª parcela do auxílio emergencial; consulte

Confira as últimas novidades do auxílio emergencial

0

Atualmente a Caixa Econômica realiza os pagamentos da 4ª parcela do auxílio emergencial, mas existem muitos questionamentos a respeito da continuidade do benefício. Sendo assim, acompanhe o calendário da 5ª parcela do auxílio emergencial.

Como sabido, no dia 5 de julho tivemos a confirmação da prorrogação do auxílio emergencial 2021 com 3 novas parcelas, quando o presidente da República, Jair Bolsonaro, editou o Decreto 10.740. Entretanto, o novo calendário ainda não foi divulgado, medida esperada para esta ou a próxima semana.

Contudo, para o grupo dos beneficiários do Bolsa Família, já é possível determinar o calendário da primeira parcela da extensão do auxílio 2021, ou seja, a 5ª parcela do calendário completo.

Calendário da 5ª parcela do auxílio emergencial
Calendário da 5ª parcela do auxílio emergencial

Calendário da 5ª parcela do auxílio emergencial para o grupo do Bolsa Família

Em virtude do planejamento habitual do Programa Bolsa Família (PBF) e o seu pagamento nos últimos 10 dias úteis de cada mês, já é possível determinar as datas de pagamento da 5ª parcela do auxílio emergencial para este público. Acompanhe:

Inscritos NIS

5ª parcela

NIS de final 1

18 de agosto

NIS de final 2

19 de agosto

NIS de final 3

20 de agosto

NIS de final 4

23 de agosto

NIS de final 5

24 de agosto

NIS de final 6

25 de agosto

NIS de final 7

26 de agosto

NIS de final 8

27 de agosto

NIS de final 9

30 de agosto

NIS de final 0

31 de agosto

Valor da parcela

A parcela do auxílio segue com o mesmo valor, e mesma regra de pagamento de acordo com a composição familiar. Assim sendo, as famílias em geral recebem R$ 250; a família monoparental, que é chefiada por uma mulher recebe R$ 375; e pessoas que moram sozinhas recebem R$ 150.

Balanço do auxílio emergencial

O Governo Federal já finalizou a etapa de pagamentos e saques da terceira parcela do auxílio emergencial 2021. Os créditos foram finalizados no dia 30 de junho e os saques encerraram nesta segunda-feira (19). Somando as três etapas de pagamentos, o investimento federal chegou a R$ 26,3 bilhões, incluindo todos os públicos, em um total de 114,09 milhões de transferências.

Além disso, na terceira etapa da operação, foram beneficiadas mais de 37 milhões de pessoas de forma direta, sendo 27,3 milhões de pessoas do Cadastro Único e do Extracad (ingressaram no auxílio através de aplicativo) e 9,8 milhões de famílias do Programa Bolsa Família (PBF), em um investimento de pouco mais de R$ 8,5 bilhões.

Veja também: Aprovados critérios para concessão do BPC para pessoas de baixa renda; acompanhe

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.