Bolsonaro indica André Mendonça para o STF

Assim como vem prometendo há tempos, Bolsonaro escolheu não só um nome "terrivelmente evangélico". André Mendonça é pastor evangélico

0

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) já sabe quem vai indicar para ocupar a vaga de Marco Aurélio Mello, no Supremo Tribunal Federal (STF). De acordo com as informações, o escolhido foi André Mendonça, da Advocacia-Geral da União (AGU).

Ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) defende semipresidencialismo

A decisão foi comunicada nesta terça-feira (06) durante uma reunião ministerial realizada no Palácio da Alvorada, em Brasília. De acordo com o colunista Lauro Jardim, do jornal “O Globo”, durante o encontro, Bolsonaro disse aos ministros presentes na reunião que todo mundo sabe que André Mendonça é o seu nome favorito e que encaminhará o nome ao Senado Federal.

Assim como vem prometendo há tempos, Bolsonaro escolheu não só um nome "terrivelmente evangélico",
Assim como vem prometendo há tempos, Bolsonaro escolheu não só um nome “terrivelmente evangélico”. André Mendonça é pastor evangélico. (Foto: reprodução)

Segundo relatos das pessoas que estavam presentes na reunião, após o anúncio, André Mendonça, que antes de estar na AGU, era Ministro da Justiça e Segurança Pública, fez um discurso de agradecimento ao presidente e  também aos seus colegas de governo.

Apesar de certa, a tendência, de acordo com os auxiliares presidenciais, é que Bolsonaro só oficialize o nome na semana que vem, após a aposentadoria de Marco Aurélio Mello. A aposentadoria do decano da Corte está marcada para a próxima segunda-feira (12), data em que Marco Aurélio completa 75 anos, a data limite para um ministro exercer o posto.

De acordo com as informações, essa espera para anunciar oficialmente o nome de André Mendonça se deve a um pedido de Luiz Fux, presidente do STF. Fuz pediu a Bolsonaro que ele só apresentasse oficialmente o nome após a aposentadoria do decano.

Assim como vem prometendo há tempos, Bolsonaro escolheu não só um nome “terrivelmente evangélico”, mas também um ministro que pudesse, assim como ele disse no mês passado, que pudesse “tomar cerveja” com ele. Isso porque, mesmo sendo pastor presbiteriano, André  Mendonça costuma dizer que bebe cerveja.

Leia também: STF arquiva pedido de investigação sobre Michelle Bolsonaro

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.