Bolsonaro faz declaração sobre o novo Auxílio Brasil de R$ 600

Presidente da República mencionou o novo valor para o programa social

0

O presidente da República, Jair Bolsonaro, falou sobre o aumento do Auxílio Brasil em evento realizado na sexta-feira (24), em João Pessoa (PB), para a entrega de moradias do Casa Verde Amarela.

Na ocasião, o presidente declarou:

“Vivemos momentos difíceis no nosso Brasil e no mundo. Uma inflação, um aumento de preços, que atinge todo o globo, o mundo todo. Mas isso, a gente supera. Como a imprensa está anunciando que o Auxílio Brasil vai passar de R$ 400 para R$ 600. É o governo, entendendo o sofrimento dos mais humildes, e dessa forma, buscando atender a todos”.

No entanto, apesar da citação, Bolsonaro não entrou em detalhes no reajuste do programa social de R$ 400 para R$ 600.

Bolsonaro faz declaração sobre o novo Auxílio Brasil de R$ 600
Auxílio Brasil – Imagem: Brasil 123

Ex-ministro comemora o aumento do Auxílio Brasil

O pré-candidato a governador da Bahia, ex-ministro da Cidadania e deputado federal, João Roma (PL), comemorou a decisão do presidente Jair Bolsonaro.

Roma reiterou que, neste momento de crise mundial, com grande impacto inflacionário, quem mais sofre são os mais necessitados.

“Como foi comprovado em estudos do IPEA e da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), o Auxílio Brasil é a solução para o combate à fome e à pobreza no país. Parabéns ao presidente Bolsonaro!”, disse o ex-ministro, criador do Auxílio Brasil quando esteve à frente do Ministério da Cidadania.

Na avaliação de Roma, com o aumento de R$ 200, anunciado pelo presidente Bolsonaro, os beneficiários do Auxílio Brasil terão mais poder de compra para enfrentar a inflação e as economias locais também ficarão mais fortalecidas.

Leia ainda: Caixa Tem: Veja como conseguir empréstimo com taxa de juros a partir de 1,95% ao mês

Aval do Ministério da Economia

De acordo com informações de bastidores, o ministro da Economia, Paulo Guedes, deu aval para a ampliação do Auxílio Brasil em R$ 200, chegando ao valor mínimo de R$ 600 por mês.

A saber, a estimativa é de que o reajuste do benefício teria um custo de R$ 22 bilhões para o Tesouro.

A princípio, os recursos serão cobertos por dividendos extraordinários a serem recebidos pela União este ano, ou seja, dividendos pagos por estatais acima do que estava previsto no Orçamento.

Como veiculado anteriormente aqui no Brasil 123, o líder do governo no Senado, Carlos Portinho (PL-RJ), disse que o governo quer elevar o valor do benefício até o final deste ano.

Ao que tudo indica, o texto da proposta deve ser entregue nesta segunda-feira (27) aos parlamentares no Congresso Nacional, com uma proposta de emenda à Constituição (PEC).

Fique ligado aqui no Brasil 123 para ter as atualizações deste e de outros assuntos relevantes.

Veja ainda: Casa própria: Governo divulga novas regras para famílias com renda até R$ 2.400

3.2/5 - (9 votes)

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.