Banco do Povo oferece crédito de até R$ 5 mil sem juros

Entidade disponibiliza R$ 100 milhões em crédito a empresários paulistas desde 28 de abril para pagamento de dívidas contraídas na pandemia

0

O Banco do Povo está oferecendo empréstimos para empresários paulistas que contraíram dívidas durante a pandemia da Covid-19. A iniciativa do Governo do Estado de São Paulo se deu através da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, por meio do Programa Nome Limpo, que está em vigor desde 28 de abril.

Em resumo, o Banco do Povo têm R$ 100 milhões em crédito para os empresários, que pagarão as parcelas a juro zero. A saber, o programa permanecerá em vigor no estado até que todo o valor disponível para crédito seja desembolsado pelo banco.

Embora os empréstimos estejam disponível há 15 dias, o Banco do Povo não divulgou nenhum balanço sobre o valor acessado. Aliás, a ação conta com a parceria do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).

Em suma, os empresários paulistas que desejarem solicitar o crédito deverão fazer um curso online com carga horária de 20 horas, oferecido pelo Sebrae. Logo em seguida, irão receber o certificado, que é essencial para o pedido de crédito.

Você pode gosta de ler: Banco do Povo oferece empréstimo de até R$ 21 mil; saiba como pedir

Crédito regulariza situação do empresário

De acordo com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, a iniciativa visa dar oportunidades para que o empresário regularize sua situação em órgãos de proteção ao crédito, como SPC e Serasa. Em síntese, o crédito dará oportunidades para o empresário limpar o nome.

Veja algumas informações sobre o empréstimo:

  • Valor: crédito de R$ 100 a R$ 5 mil.
  • Pagamento da primeira parcela: em até 180 dias, ou seja, seis meses.
  • Quantidade de parcelas: em até 24 vezes.

Saiba quem pode pedir o crédito:

  • Microeemprendedor Individual (MEI);
  • Micro Empresa (ME);
  • Empresa Individual de Responsabilidade Limitada (Eireli);
  • Sociedade Limitada (Ltda).

Confira os requisitos para solicitar o empréstimo:

  • Residir no estado de São Paulo;
  • A dívida deve ter sido contraída a partir de março de 2020 (mês da decretação da pandemia);
  • Ter realizado o curso de qualificação empreendedora;
  • Apresentar plano de recuperação;
  • Apresentar documentos que comprovem negativação do nome, emitidos por órgão de defesa do consumidor.

Por fim, os empresários deverão se dirigir a uma das unidades do Banco do Povo do município no qual o CNPJ estiver registrado.

Leia Também: Veja algumas dicas para aumentar a restituição do Imposto de Renda

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.